ECA inaugura infraestrutura para a área de audiovisual

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

(Da esquerda para a direita) O diretor da ECA, Mauro Wilton de Sousa; a chefe do Departamento de Cinema, Rádio e TV, Esther Império Hamburger; e a reitora da USP, Suely Vilela; visitam laboratório do novo prédio (Crédito da Foto: Ernani Coimbra)A Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP inaugurou o novo prédio do seu Departamento de Cinema, Rádio e TV (CTR), em cerimônia realizada no dia 21 de outubro, às 19h. A ideia de construção foi concebida há 10 anos, assim como o curso de audiovisual, criado da fusão dos cursos de Cinema e Vídeo com o de Rádio e TV da ECA. O prédio tem 4 mil m², salas individuais para todos os professores do CTR, laboratórios de fotografia, animação, estúdios de som e gravação, que vão proporcionar o desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas pelos 199 alunos de graduação e 24 professores do curso de audiovisual. No início da cerimônia, foi exibido um vídeo com uma compilação dos trabalhos curriculares feitos pelos alunos do curso de audiovisual nos últimos dois anos. Depois, o representante discente do departamento, Marcos Vinícius Yoshisaki, do terceiro ano, falou da importância da ampliação da infraestrutura do CTR. “Hoje, os nossos trabalhos do curso são exibidos em diversos lugares e mostras, por isso, este prédio representa o reconhecimento do curso pela USP”.   A chefe do CTR, Esther Império Hamburger, fez um resumo da história do curso de Audiovisual, lembrando que ele sempre está entre os mais concorridos no vestibular da FUVEST. E a vice-diretora da ECA, Maria Dora Genis Mourão, também docente do CTR e que tem 42 anos nesta Unidade, disse estar emocionada. “Somos um paradigma de curso no país e temos hoje aqui vários ex-alunos que ocupam altos cargos em órgãos de cultura do país”. Um destes ex-alunos presentes era o diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema (ANCINE), Manoel Rangel, formado no ano de 1999. “Este curso contribui para a discussão da política nacional de cinema e audiovisual no país nos últimos anos”, ressalta Rangel. O diretor da ECA, Mauro Wilton de Sousa, destacou a recente aprovação do programa de Pós-Graduação, Estudos dos Meios e Processos Audiovisuais, que reúne aspectos artísticos e industriais, teóricos e práticos da área.Para terminar a cerimônia, a reitora da USP, Suely Vilela, lembrou sempre ter colocado como fundamental o término da construção do prédio. “Felizmente, foi possível conceder os recursos para a construção do referido edifício. Aproveito a oportunidade para anunciar a liberação de R$ 3,3 milhões para a construção de um novo edifício, o Bloco 1, com área de 2 mil e 380 m², que abrigará auditório, cinema e áreas de apoio da Unidade”, anunciou. 

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail