Diretor do IQ toma posse convocando todos a construir a nova gestão

O professor Luiz Henrique Catalani tomou posse como diretor do Instituto de Química (IQ), em cerimônia realizada na tarde da terça-feira, dia 18 de março, às 17h.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O professor Luiz Henrique Catalani tomou posse como diretor do Instituto de Química (IQ), em cerimônia realizada na tarde da terça-feira, dia 18 de março, às 17h.

Catalani destacou o orgulho de pertencer ao Instituto, falou das expectativas e sonhos para os próximos 4 anos

O novo diretor  (foto) começou seu discurso fazendo exaltação ao cargo e à instituição. “Nós todos do IQ temos muito orgulho de nosso Instituto. Ele é uma referência na história da química brasileira. É um privilégio ter sido formado neste Instituto, nesta Universidade. Egressos do IQ povoaram grande número de departamentos de química e bioquímica no território brasileiro, que justifica sua grande influência no cenário da ciência nacional”, ressaltou.

Outro ponto de destaque, segundo Catalani, é o fato do IQ sediar as maiores sociedades científicas brasileiras de sua área de atuação: a Sociedade Brasileira de Química (SBQ) e a Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq) e, também a história de contribuição em cargos de grande responsabilidade na alta administração da USP.

Depois, falou das expectativas e sonhos para a sua gestão à frente do Instituto. “Neste ano, inauguramos um novo projeto pedagógico para nossa graduação, que foi construído ao longo dos últimos três anos, que tem drástica diminuição de carga horária em sala de aula, grande flexibilização curricular tendo em vista a diminuição do número de disciplinas obrigatórias e aumento do número de disciplinas eletivas. Na PósGraduação, estamos empregando grandes esforços em sua internacionalização e recentemente foi criado o Programa de Mestrado Profissional de Tecnologia em Química e Bioquímica, uma janela aberta para cooperação com a indústria. Na área de Cultura e Extensão há um projeto de criação do Centro Cultural do Conjunto das Químicas, que está sendo feito em parceria com a Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF)”.

(Da esq.p/dir.) O secretário-geral, Ignácio Maria Poveda Velasco; o novo diretor do IQ; o reitor Marco Antonio Zago; e o diretor na gestão 2010 a 2014, Fernando Rei Ornellas

Conforto

À comunidade do IQ, o diretor comprometeuse a deixar o conforto de pertencer a uma estrutura organizada, sadia e eficaz, composta de elementos: “do conforto de sempre encontrar o apoio necessário para o desenvolvimento pleno e justo de seu próprio papel: aluno, funcionário, pesquisador, educador; do conforto de ser reconhecido e valorizado”. E, para finalizar, Catalani agradeceu e convocou a todos a construir o caminho desta nova gestão junto com ele.

Em sua fala, o reitor Marco Antonio Zago disse que Catalani terá o apoio da Reitoria e Pró-Reitorias para a realização de seus projetos, destacou que o Instituto de Química tem muito a contribuir com a Universidade, através da modernização da graduação e da produção do conhecimento, pois “estamos formando os profissionais que vão estar no comando do mundo nos próximos anos e por isso temos de preparálos para estarem aptos a construir e enfrentar este mundo”.

(Fotos: Francisco Emolo)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados