Cruesp se reúne com deputados para discutir teto salarial

Nos dias 16 e 17 de fevereiro, representantes do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) estiveram na Assembleia Legislativa de São Paulo, onde se reuniram com deputados para discutir a questão do teto salarial das Universidades.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
carlaopignatari
Os representantes do Cruesp se reuniram com seis deputados na Assembleia Legislativa, entre eles, Carlão Pignatari (ao centro)

Nos dias 16 e 17 de fevereiro, representantes do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) – o  reitor da USP, Marco Antonio Zago; a vice-reitora da Unesp, Marilza Cunha Rudge; e o coordenador geral da Unicamp, Alvaro Penteado Crósta – estiveram na Assembleia Legislativa de São Paulo, onde se reuniram com deputados para discutir a questão do teto salarial das Universidades.

Participaram dos encontros os deputados Barros Munhoz, Carlão Pignatari, Carlos Neder, Davi Zaia, Mauro Bragato e Orlando Bolçone.

De acordo com a Constituição do Estado, os servidores públicos estaduais não podem ganhar mais do que o governador (atualmente, R$ 21.631,05). Para os dirigentes das Universidades,  o valor atual tem desestimulado a atração e a permanência de professores qualificados no âmbito das três Instituições. Com isso, há fuga de talentos para as universidades públicas federais, cujo teto é de R$ 33.763,00, baseado no subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Também acompanharam a reunião o assessor da Reitoria da USP, José Roberto Drugowich de Felício, e os chefes de gabinete da Unicamp, Paulo Cesar Montagner, e da Unesp, Roberval Dalton Veira.

(Foto: Divulgação)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados