Conselho Universitário aprova proposta de reajuste salarial

Proposta de reajuste salarial de 3% foi aprovada com 66 votos a favor, 17 votos contra e 16 abstenções

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O Conselho Universitário aprovou, em sessão extraordinária realizada no dia 24 de maio, a proposta de reajuste salarial de 3% a servidores docentes e técnico-administrativos. Foram 66 votos favoráveis, 17 desfavoráveis à proposta e 16 abstenções.

A proposta foi apresentada pelo Conselho dos Reitores de Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp), em reunião realizada com o Fórum das Seis, no dia 16 de maio.

“Desde 2014, a Reitoria tem levado ao Conselho Universitário a discussão e a deliberação sobre os gastos da Universidade. Diante do quadro orçamentário das três Universidades [USP, Unesp e Unicamp], os três reitores fizeram uma proposta compatível com a vida financeira das Instituições ”, afirmou o reitor Marco Antonio Zago, destacando que USP, Unesp e Unicamp passam por restrições financeiras em decorrência do cenário econômico brasileiro e a consequente queda da arrecadação do ICMS.

No primeiro quadrimestre deste ano, os repasses do Governo do Estado à USP ficaram R$ 5,18% abaixo dos valores inicialmente previstos, o que representa R$ 291 milhões a menos em relação à previsão orçamentária.

Segundo dados da Comissão de Orçamento e Patrimônio (COP) da USP, o impacto do reajuste sobre a folha de pagamento será de R$ 82,4 milhões neste ano e resultará em comprometimento de 103,89% do orçamento da USP. Com a concessão do reajuste, a projeção é de que a reserva financeira da Universidade se reduza de R$ 592 milhões para R$ 509 milhões ao final de 2016.

Nova reunião do Cruesp com o Fórum das Seis está agendada para o dia 30 de maio.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados