Congresso marca o início das comemorações dos 40 anos do InCor

“Na fronteira do Conhecimento InCor 2017” foi o tema do congresso, realizado no Centro de Convenções Rebouças

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O congresso “Na fronteira do Conhecimento InCor 2017” acontece nos dias 17 e 18 de fevereiro, no Centro de Convenções Rebouças.

A abertura do congresso internacional “Na fronteira do Conhecimento InCor 2017: Formando Pessoas e Produzindo Ciências”, na manhã do dia 17 de fevereiro, também deu início às atividades que serão realizadas ao longo do ano em comemoração aos 40 anos do Instituto do Coração (InCor), do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Marco Antonio Zago durante a Comemoração dos 40 anos do INCOR. Foto: Cecília Bastos/USP Imagem
A cerimônia contou com a presença de dirigentes, políticos, representantes de entidades representativas do setor e profissionais da área médica

O reitor Marco Antonio Zago participou da cerimônia e lembrou que “a maioria das pessoas pensam no InCor como um hospital da rede de atendimento do Estado (missão que ele executa muito bem), mas não podemos esquecer que o InCor também é uma extensão da USP e, nesse sentido, é uma das instituições que melhor reproduz as missões da Universidade: proporcionar um ensino de qualidade, desenvolver uma pesquisa de ponta, transferir e aplicar o conhecimento produzido em benefício da sociedade. Nós temos muito orgulho de ter o InCor como uma entidade vinculada à USP”.

O presidente do Conselho Diretor do InCor, Roberto Kalil Filho, fez questão de ressaltar sua longa relação com o Instituto. “Sou filho do InCor, estou aqui há 31 anos. Todo paciente, todo familiar de paciente, todo profissional do Incor carrega o orgulho por ter passado pelo Instituto. Aproveito a ocasião para agradecer publicamente aos funcionários e médicos, ao Hospital das Clínicas e à Faculdade de Medicina por se empenharem nesta batalha de colocar o InCor em um lugar ainda mais alto do que já se encontra. Sem o apoio de todos, o InCor não poderia ter avançado tanto nesses últimos cinco anos”, afirmou Kalil.

A cerimônia contou ainda com as participações do vice-diretor da Faculdade de Medicina, Tarcisio Eloy Pessoa de Barros Filho; do presidente da Fapesp, José Goldemberg; do secretário adjunto da Secretaria Estadual da Saúde, Eduardo Ribeiro; do secretário Municipal de Saúde, Wilson Modesto Pollara; do superintendente do Hospital das Clínicas, Antonio José Rodrigues Pereira; do pró-reitor de Pesquisa, José Eduardo Krieger; do ex-reitor da USP e diretor da Fundação Faculdade de Medicina, Flávio Fava de Moraes; de membros de entidades representativas do setor; entre outros dirigentes, médicos, funcionários e pesquisadores.

Incor
O InCor é um dos maiores centros cardiológicos do mundo em volume de atendimento

O congresso acontece nos dias 17 e 18 de fevereiro, no Centro de Convenções Rebouças, e reúne médicos e especialistas na área de cardiopneumologia. A programação inclui mais de 150 palestras em que serão apresentados e discutidos os principais avanços nas pesquisas e pioneirismos na prática clínica em cardiopneumologia – cardiologia, pneumologia, cirurgia torácica, cirurgia cardiovascular, laboratório de pesquisa e multiprofissionais.

Fundado em 10 de janeiro de 1977, o InCor é um dos sete institutos que compõem o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Em seus 40 anos, o Instituto se tornou um dos maiores centros cardiológicos do mundo em volume de atendimento e em número de subespecialidades da cardiologia e da pneumologia. O InCor realiza, em média, 260 mil consultas médicas por ano, 5 mil cirurgias, 2 milhões de exames de análises clínicas e já realizou mais de 1 mil transplantes de coração e pulmão.

(Foto: Cecília Bastos)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados