Conferência discute a alfabetização midiática e da informação

A Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP e a Unesco promovem, até o próximo dia 5 de novembro, a sexta edição da Semana Global de Alfabetização Midiática e Informacional (MIL – Media and Information Literacy, em inglês). O evento, criado em 2012, reúne atores de diversas partes do mundo comprometidos a promover a alfabetização midiática e informacional como forma de impulsionar a inclusão social e o diálogo intercultural.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
A cerimônia de abertura da conferência foi promovida no Auditório da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, no campus da USP em São Paulo

A Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP e a Unesco promovem, até o próximo dia 5 de novembro, a sexta edição da Semana Global de Alfabetização Midiática e Informacional (MIL – Media and Information Literacy, em inglês).

O evento, criado em 2012, reúne especialistas de 30 países comprometidos a promover a alfabetização midiática e informacional como forma de impulsionar a inclusão social e o diálogo intercultural.

O conceito da MIL inclui um conjunto de competências e habilidades para pesquisar, avaliar criticamente, utilizar e contribuir com conteúdos informacionais e de mídia com sabedoria. Refere-se à conscientização dos cidadãos sobre os seus direitos e deveres on-line, sobre o entendimento para se combater o discurso de ódio e o cyberbullying; e sobre as questões éticas que envolvem o acesso e o uso de informações.

A cerimônia de abertura da conferência foi promovida no Auditório da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, no campus da USP em São Paulo, e foi conduzida pela diretora da ECA, Margarida Maria Krohling Kunsch, e pela presidente da Cátedra de Alfabetização Midiática e Informacional para o Diálogo Intercultural na ECA, Esther Hamburger. O evento faz parte das comemorações dos 50 anos da Escola.

A abertura também contou com a presença de autoridades, dentre elas, o secretário de Educação de São Paulo, José Renato Nalini; a coordenadora da Secretaria de Direitos Humanos do Ministério da Justiça, Flavia Piovezan; a coordenadora do setor de Educação da Unesco no Brasil, Maria Rebeca Otero Gomes; o ouvidor-geral do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, Gilberto Waller Junior; e o secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Alfredo Bertini.

Educação do futuro

“Parto de uma observação óbvia: o mundo está mudando muito rapidamente”, considerou o reitor Marco Antonio Zago, durante sua apresentação

O reitor da USP, Marco Antonio Zago, foi convidado para fazer uma breve introdução à conferência. “As universidades têm a dificílima missão de educar para uma época de incertezas, de preparar a juventude para atuar em uma sociedade que não sabemos como será. Quando definimos prioridades para a educação do futuro, temos que fugir das armadilhas das especificidades, dos emaranhados curriculares, dos detalhes exaustivos e das inúteis tentativas de transmitir às novas gerações tudo o que foi acumulado nos séculos passados. De nada valem políticas e bases curriculares dominadas por questões de nomenclatura, sistemática e visões ideológicas”, afirmou.

Para Zago, “quem fala de educação preocupa-se com comportamento. Busca fortalecer a independência de pensamento e da capacidade de tomar decisões. Valoriza a habilidade da comunicação e da argumentação. Um currículo que educa para o futuro, em um mundo que não podemos antever como será, privilegia o respeito aos direitos dos outros, a capacidade de trabalhar em grupo, a habilidade de liderar, mas também uma habilidade muito mais valiosa, que é a de ser liderado. É nesta perspectiva que se enquadra o letramento de mídia e de informação”.

A programação da Semana também inclui a promoção da “Agenda Jovem”, atividade que inclui a realização de dez oficinas, com temas como interação música e tecnologia, produção audiovisual colaborativa e ciberativismo.

Ouça, a seguir, a entrevista concedida pelo reitor Marco Antonio Zago à Rádio USP sobre o evento.

 

(Fotos: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados