Coleta de resíduos químicos é aprovada no Campus da Capital

A Cetesb aprovou na última quinta-feira, 30, o Cadastro de Destino de Resíduos Industriais no Campus USP da Capital. Este cadastro permitirá o recolhimento, o transporte e a destinação final dos resíduos químicos há anos acumulados nas Unidades. A iniciativa da Prefeitura do Campus USP da Capital (PUSP-C) busca somar à ação da Superintendência de Gestão Ambiental da Universidade, na criação de diretrizes que norteiem os planos de gestão de resíduos químicos em todos os Campi da USP.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail
Resíduos químicos acumulados em Unidade

A Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) aprovou na última quinta-feira, 30, o Cadastro de Destino de Resíduos Industriais no Campus USP da Capital. Este cadastro permitirá o recolhimento, o transporte e a destinação final dos resíduos químicos há anos acumulados nas Unidades.

A iniciativa da Prefeitura do Campus USP da Capital (PUSP-C) busca somar à ação da Superintendência de Gestão Ambiental da Universidade, na criação de diretrizes que norteiem os planos de gestão de resíduos químicos em todos os Campi da USP.

Termômetros descartados para tratamento e destino final

Até o final deste semestre, estão previstos atendimentos à Unidade da USP localizada na zona Leste – onde está a Escola de Artes, Ciências e Humanidades – além de quatro Unidades da Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (Cuaso), cujos passivos químicos se enquadraram em um plano de gerenciamento de risco. São elas: – Escola Politécnica; – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia; – Faculdade de Odontologia; – Hospital Universitário. Estas Unidades somam aproximadamente 21 toneladas de resíduos químicos, entre eles bifenilas policloradas, substância tóxica conhecida como Ascarel.

O atendimento é resultado de um inventário elaborado pela PUSP-C em pareceria com o Instituto de Química. O levantamento foi realizado no final do ano passado e identificou quantidade, estado e características de resíduos químicos perigosos, denominados “Classe I”.

Leia mais no link.

Mais informações pelos telefones: (11) 3091-4600/4607 ou por e-mail: pusp.c@usp.br

(Site da Prefeitura do Campus da Capital)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados