Prefeitura entrega primeira etapa do “muro” de vidro da Raia Olímpica

“A retirada do muro de concreto tem um simbolismo importante para a USP e para São Paulo”, afirmou o reitor

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
A primeira etapa da obra tem 500 metros de extensão – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

No dia 4 de abril, a Prefeitura de São Paulo entregou oficialmente a primeira etapa da instalação dos painéis de vidro entre a Raia Olímpica da USP e a Marginal Pinheiros. A demolição do muro de concreto existente no local teve início no dia 31 de março.

Nesta fase, foram concluídos cerca de 500 metros da obra.  Quando finalizado, com previsão para o final do mês de abril, o projeto terá a extensão de 2,2 quilômetros.

“A retirada do muro de concreto tem um simbolismo importante para a USP e para São Paulo, pois representa a integração da Cidade Universitária à paisagem da cidade”, destacou o reitor Vahan Agopyan na rápida cerimônia promovida na Raia Olímpica.

O projeto, orçado em R$ 20 milhões, está sendo custeado por mais de 40 empresas, não onerando financeiramente a Universidade.

O prefeito de São Paulo, João Doria, agradeceu a participação da USP no projeto e ressaltou que o “muro de vidro já virou uma atração turística de São Paulo”.

Revitalização

Os painéis, de vidro com molduras em alumínio, são fixados em uma viga de concreto. Cada painel tem aproximadamente quatro metros de altura, dos quais três são de material transparente e um de concreto na base.

O isolamento acústico é considerado igual ou superior ao do muro de concreto existente e o material resultante da demolição será reciclado.

Segundo o projeto, o material utilizado é cinco vezes mais resistente do que o vidro comum, contando com 12 milímetros de espessura e película de proteção.

Em caso de quebra, o vidro se fragmenta em pequenos pedaços que ficam aderidos na película. A reflexão de luz se mantém dentro das normas de similaridade dos para-brisas dos carros.

As placas de vidro também estão recebendo adesivos com imagens para evitar a colisão das aves que voam na região.

O projeto, quando concluído, prevê também a revitalização de toda a área da Raia Olímpica, que será beneficiada com a instalação de câmeras de monitoramento, paisagismo e iluminação por LED.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados