Poli e Ambev inauguram um espaço para estimular o empreendedorismo e a inovação

O Espaço On é resultado de uma parceria entre a Poli e a Ambev, que tem como objetivo fomentar a cultura empreendedora e aproximar estudantes do mercado de trabalho

 22/03/2022 - Publicado há 5 meses  Atualizado: 24/03/2022 as 14:03
Por
Localizado na Poli, o Espaço On foi construído em parceria com a Ambev – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A Escola Politécnica (Poli) inaugurou ontem, dia 21 de março, o Espaço On, um ambiente pensado para estimular o desenvolvimento de um ecossistema de inovação na Universidade, aproximando alunos e professores de desafios reais do mercado e incentivando a cultura do empreendedorismo.

Construído em parceria com a Ambev, o espaço de 400 metros quadrados foi projetado para oferecer aos alunos e pesquisadores um local adequado para desenvolver projetos, participar de mentorias de carreira, palestras, webinars e diversos outros formatos de interação.

“Essa iniciativa se ajusta muito bem aos objetivos da atual gestão reitoral. Queremos um ensino mais ativo e que os espaços de aprendizagem sejam modificados e atualizados, queremos uma Universidade com inovação e que possibilite a transferência do conhecimento e da tecnologia para o setor produtivo de uma forma mais intensa”, ressaltou o reitor Carlos Gilberto Carlotti Junior.

O vice-presidente de Suprimentos da Ambev, Rodrigo Figueiredo de Souza, lembrou que o primeiro passo para a aproximação entre a empresa e a Universidade aconteceu em 2018, e levou à assinatura de um convênio de cooperação no ano passado. “Essa parceria começa a ter exemplos positivos de startups de alunos que já viraram empresas. Acho que é só o começo de muitas iniciativas que podem sair daqui. Ganha a Poli, ganha a Ambev, mas, principalmente, ganha a sociedade com o que fizermos para um mundo melhor. Esse é o nosso papel como cidadãos”, afirmou Souza, que é um engenheiro formado pela Escola Politécnica.

Investindo em bons projetos

A secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen, frisou a importância da aproximação da academia com a iniciativa privada, para entender quais são os grandes desafios da sociedade, do setor produtivo e das pessoas.

“Nós estamos aqui, hoje, em um momento diferenciado e privilegiado. O Estado de São Paulo tem o maior orçamento da história para ciência e tecnologia, e a USP foi a universidade que teve o maior aumento proporcional, com um orçamento de R$ 7,6 bilhões. Temos recursos em caixa que devem ser investidos em bons projetos”, destacou Patricia.

A inauguração do Espaço On contou com a presença da secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

“Tenho muito orgulho de estar aqui, e ter feito parte desta gestão, de entregar este orçamento para que vocês façam história e lembrem que o Brasil precisa mais do que nunca de união, ciência e diversidade. Se a gente conseguir fazer, aqui na USP, um retrato do que temos na nossa população, vamos fazer a diferença”, concluiu.

Também estavam presentes na cerimônia a vice-reitora Maria Arminda do Nascimento Arruda; o diretor da Poli, Reinaldo Giudici; o vice-diretor Sílvio Nabeta; a chefe do Departamento de Engenharia de Produção da Poli, Marly Monteiro de Carvalho; o coordenador do Espaço On pela USP, Eduardo de Senzi Zancul; o vice-presidente de Gente e Gestão da Ambev, Ricardo Morais Pereira de Melo; o vice-presidente industrial, Valdecir Duarte; e a coordenadora do Espaço On pela Ambev, Dayane Faviero.

Espaço On

O Espaço On foi projetado para ser um espaço altamente funcional e flexível, com salas de reuniões, salas multiuso, um auditório com arquibancada e cabines de estudo. A arquibancada é móvel e permite que o tamanho do auditório possa ser ajustado de acordo com a necessidade.

A sustentabilidade também é característica marcante do projeto. As instalações e estruturas são aparentes, para que os estudantes consigam enxergar como cada parte foi feita, e os materiais foram utilizados em sua forma natural, reduzindo o impacto no meio ambiente.

A arquibancada é móvel e permite que o tamanho do auditório seja ajustado de acordo com a necessidade – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.