Nova diretora da FZEA assume compromisso com crescimento da Unidade

Na cerimônia, realizada no dia 20 de outubro, também tomou posse o novo vice-diretor Carlos Eduardo Ambrósio

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
(Da esq. p/ dir. ) O novo vice-diretor da FZEA, Carlos Eduardo Ambrósio; a diretora Elisabete Maria Macedo Viegas; o reitor Marco Antonio Zago; o ex-diretor da Unidade, Paulo José do Amaral Sobrale o secretário-geral da Universidade, Ignácio Maria Poveda Velasco – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

“Assumo, com otimismo, a tarefa nobre de dirigir uma Unidade nova da Universidade de São Paulo, que, embora pequena em termos de USP, experimentou, nos últimos anos, um crescimento sem igual. Queremos continuar crescendo com a consolidação dos cursos e a criação de outros novos, que já estão sendo discutidos”.  Assim, a professora Elisabete Maria Macedo Viegas definiu sua motivação ao assumir o cargo de nova diretora da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA).

Ao lado de Elisabete, tomou posse o novo vice-diretor da Unidade, Carlos Eduardo Ambrósio. A cerimônia foi realizada no dia 20 de outubro, no campus Fernando Costa, em Pirassununga.

Bastante emocionada, em seu discurso, a nova diretora salientou que “uma gestão compartilhada com a comunidade nos ajudará a enfrentar as dificuldades e encontrar maneiras de atender às demandas. Nós nos comprometemos a atuar com transparência e responsabilidade”.

A nova diretora salientou que “uma gestão compartilhada com a comunidade nos ajudará a enfrentar as dificuldades e encontrar maneiras de atender às demandas” – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Elisabete também ressaltou o fato de ser a primeira mulher a assumir a Diretoria da FZEA. “As questões de gênero, que ainda existem, devem ser superadas por meio do respeito mútuo e do diálogo em prol da missão primordial da Universidade”, considerou.

Em seguida, durante sua fala, o reitor Marco Antonio Zago afirmou que as posições de destaque ocupadas pela USP nos rankings internacionais de universidades, principalmente nas áreas relacionadas às ciências agrárias, se devem à autonomia didático-financeira da Instituição que, nos últimos anos, esteve ameaçada. “Nos últimos quatro anos, com as medidas adotadas, recobramos o equilíbrio financeiro da USP. Estamos entrando em um período de normalidade administrativa e retomando nosso ritmo de crescimento. Estamos preparados para o futuro”, salientou.

Na cerimônia, houve também o descerramento do quadro do professor Paulo José do Amaral Sobral, que foi dirigente da FZEA no período de 2013 a 2017, e que fará parte da Galeria de Diretores da Faculdade.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados