Nova Comissão Permanente de Avaliação da USP inicia suas atividades

A CPA, que foi reformulada, coordenará e organizará os processos de avaliação docente e institucional da Universidade

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
A Comissão, presidida pelo vice-reitor Vahan Agopyan, foi oficialmente instalada no dia 5 de junho (Foto: Adriana Cruz)

A nova Comissão Permanente de Avaliação (CPA) da Universidade já está em plena atividade. A CPA, que coordenará e organizará os processos de avaliação docente e institucional da USP, foi oficialmente instalada no dia 5 de junho. A reunião foi realizada no prédio da Reitoria e presidida pelo vice-reitor Vahan Agopyan.

A reformulação dos sistemas de avaliação da Universidade, com a implementação do novo regimento da CPA e a criação do Estatuto do Docente, foi aprovada pelo Conselho Universitário (Co) em novembro do ano passado.

Com o novo regimento, a CPA passou a ter uma Comissão Plenária e duas câmaras específicas – a Câmara de Avaliação Institucional (CAI) e a Câmara de Atividades Docentes (CAD).

Uma das inovações do novo sistema é que a avaliação tem como base o projeto acadêmico do docente, que deverá articular as atividades de ensino, pesquisa e extensão e ter encadeamento com o projeto do Departamento e da Unidade. O projeto acadêmico será o principal indutor da avaliação e orientará as atividades do período correspondente ao ciclo avaliativo, que será realizado a cada cinco anos.

“Gostaria de agradecer aos colegas que aceitaram fazer parte da Comissão. Este é o primeiro grupo que assume a CPA após as mudanças aprovadas pelo Co para conduzir a avaliação, que será feita de forma integrada, com o propósito de buscar a melhoria contínua da qualidade”, afirmou o vice-reitor na abertura do encontro.

Seis dos nove membros de cada uma das Câmaras foram eleitos pelos docentes da Universidade, em todos os campi, em votação eletrônica conduzida pela Secretaria Geral, no dia 18 de abril.

Do total de 5.819 eleitores, 3.236 professores registraram seus votos. A composição das Câmaras abrange a representação das três áreas do conhecimento: ciências exatas e tecnológicas; ciências biológicas e da saúde; e artes, humanidades e ciências sociais.

Conforme estabelece o regimento da CPA, os três outros membros de cada uma das Câmaras foram indicados pelo reitor Marco Antonio Zago, que baseou sua escolha entre os mais votados na eleição on-line. As indicações foram homologadas pelo Conselho Universitário, na sessão realizada no dia 30 de maio.

Os presidentes e vice-presidentes das Câmaras foram escolhidos pelos próprios integrantes da CAI e da CAD, em eleição realizada no dia 8 de junho (veja abaixo como ficou a composição das Câmaras).

Também participaram da reunião os membros da Comissão Plenária da CPA, formada pelos pró-reitores da Universidade, os integrantes da Comissão de Atividades Acadêmicas (CAA) do Co, o representante da Comissão Especial de Regimes de Trabalho (Cert) e os representantes discentes de Graduação e de Pós-Graduação, que também integram o Conselho Universitário.

A partir de sua instalação, a CPA tem o prazo de 180 dias para definir o calendário do ciclo avaliativo e os respectivos instrumentos de avaliação, que deverão ser submetidos ao Co. A próxima reunião da Comissão está agendada para o início do mês de julho.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados