Instituto de Química comemora seu Jubileu de Ouro

O Instituto é uma das seis unidades originadas da antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras

Editorias: Institucional - URL Curta: jornal.usp.br/?p=307454
O diretor Paolo Di Mascio (à esquerda) e o vice-diretor Pedro Vitoriano de Oliveira – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Uma cerimônia que reuniu dirigentes, docentes, funcionários e alunos no Anfiteatro Camargo Guarnieri marcou as comemorações do 50º aniversário do Instituto de Química (IQ).

“Hoje, festejamos 50 anos do Instituto de Química e também 85 anos do curso de química da USP. A lembrança é de uma natureza mais individual, cada um tem a sua lembrança. Já a memória, que é mais material e corresponde a um conjunto de informações, é importante para construir e manter as lembranças, evitando situações que aconteceram no passado”, afirmou o diretor do IQ, Paolo Di Mascio, na abertura do evento.

A professora Shirley Schreier, que foi aluna da turma de 1958 da antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), falou sobre a história do Instituto, desde sua origem, como o Departamento de Química da FFCL, na Alameda Glette, passando pela mudança para a Cidade Universitária, em 1966, e a reforma universitária, em 1969.

Para o reitor Vahan Agopyan, “estamos comemorando a constituição e a consolidação de um instituto que é um motivo de orgulho para a USP e para toda a sociedade paulista. As instituições não surgem do nada. Há sempre uma história por trás de tudo, um trabalho intenso de várias pessoas para a construção de uma instituição de sucesso. Em 1934, nossos fundadores tinham a visão de que a educação de qualidade é imprescindível para a construção de uma sociedade. Nós temos que manter essa visão. Mesmo que as condições atuais não sejam as mais favoráveis, elas nos motivam a trabalhar ainda mais, produzir mais e fazer a diferença em nosso Estado”.

“As instituições não surgem do nada. Há sempre uma história por trás de tudo, um trabalho intenso de várias pessoas para a construção de uma instituição de sucesso”, afirmou o reitor Vahan Agopyan – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Jubileu de Ouro

Em 1934, junto com a Universidade, foi criada a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, com a visão de desenvolver uma cultura do ensino em um ambiente de pesquisa.

Ao longo de três décadas, a FFCL se desenvolveu e surgiu a necessidade de seu desmembramento em vários institutos. Assim nasceu o Instituto de Química, criado pelo Decreto 52.326, de 16 de dezembro de 1969.

Como apresentou o vice-diretor Pedro Vitoriano de Oliveira, “passados 50 anos, o Instituto de Química possui atualmente 126 professores, 190 servidores, 672 alunos de graduação, cerca de 400 alunos de pós-graduação, 96 pós-doutores e cinco pesquisadores colaboradores. Todos atuando de forma colaborativa e positiva para construir um Instituto cada vez melhor”.

“O IQ segue sua trajetória, com a missão de promover a formação de recursos humanos altamente qualificados para serem cidadãos e líderes nas áreas de química e bioquímica, atendendo às necessidades da sociedade brasileira e contribuindo para o desenvolvimento do nosso Estado e do nosso País”, afirmou Oliveira.

Durante a cerimônia também foram homenageados os diretores e outras pessoas que contribuíram para a consolidação do Instituto e de sua história.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.