Congresso de Graduação discute a inovação nos currículos dos cursos

Evento contou com cerca de dois mil participantes nas palestras, mesas-redondas, oficinas e sessão de pôsteres

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Esta foi a primeira vez que o Congresso de Graduação da USP foi realizado no Campus de Ribeirão Preto, com público estimado em mais de dois mil participantes. Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) promoveu, entre os dias 30 de junho e 2 de julho, a quinta edição do Congresso de Graduação da USP, no campus da Universidade em Ribeirão Preto. O tema deste ano foi “Caminhando para a Inovação Curricular”.

O evento reuniu dirigentes da Universidade, diretores de unidades, estudantes de graduação e de pós-graduação e professores do ensino médio. Os números do congresso, em seus três dias de realização, foram expressivos: quase 1.500 inscritos para as palestras e mesas-redondas, mais de mil participantes nas oficinas e 446 trabalhos aprovados para sessão de pôsteres.

Também foram realizadas nove oficinas e workshops, com destaque para o terceiro encontro USP & Ensino Médio, que contou com a participação de quase 200 professores oriundos de escolas públicas.
.

O terceiro encontro USP & Ensino Médio, promovido no dia 30 de junho, contou com a participação de quase 200 professores oriundos de escolas públicas – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
Nessa atividade, foram apresentadas e discutidas as ações desenvolvidas pela Universidade para colaborar com a rede pública de ensino, como o programa Vem pra USP!, o projeto USP e as Profissões; a plataforma e-Aulas para professores; o Escritório de Atividades Esportivas, entre outras.

“Gostaria de destacar três pontos importantes deste congresso. Primeiro, o conteúdo acadêmico do evento, principalmente pela interação com professores do ensino médio. Outro aspecto é o congraçamento da equipe que conduz a graduação na nossa Universidade, um grupo grande de docentes que se esforça para manter a excelência de nosso ensino de graduação. O terceiro ponto é que o congresso demonstra para a sociedade o interesse da Universidade e a sua preocupação com a graduação”, destacou o reitor da USP, Vahan Agopyan.
.

Na abertura do evento, realizada no auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto, o reitor Vahan Agopyan destacou a interação da Universidade com os professores do ensino médio – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
“Nosso ponto fulcral é o ensino. Nossos alunos têm a oportunidade de viver em um ambiente internacional de pesquisa. Somos uma universidade de pesquisa global”, complementou o reitor.

O vice-reitor da Universidade, Antonio Carlos Hernandes, ressaltou o fato de o congresso discutir a inovação no ensino de graduação. “No plano de nossa gestão à frente da Reitoria constam três ‘Is’: inovação, interdisciplinaridade e internacionalização, que passam por todas as ações da Universidade”, afirmou.

A pró-reitora adjunta de Graduação, Maria Vitória Lopes Badra Bentley, salientou que “a programação do evento foi delineada para atender às diferentes vertentes que permeiam a inovação curricular nos cursos de graduação da USP”.

“Este ano, buscamos a inovação e a modernização curricular, uma série de atividades foi realizada com esse desiderato. Também houve um workshop específico para as licenciaturas. Faz parte de nosso plano de trabalho a formação inicial e continuada de professores. Esse é um compromisso que a USP tem de assumir de fato, por ser uma instituição pública e gratuita”, considerou o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat.
.

A cerimônia de abertura contou com a apresentação do concerto coral-sinfônico do Projeto USP-Música-Criança, desenvolvido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) e que faz parte do programa “Aprender com a Comunidade”, desenvolvido pela PRG – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
Integração

Idealizado como um espaço para permitir a integração de docentes e o compartilhamento de práticas de ensino e experiências pedagógicas para valorizar e modernizar o ensino, o Congresso de Graduação aconteceu, pela primeira vez, em maio de 2015, no Centro de Convenções Rebouças, reunindo mais de mil participantes.

A segunda edição foi realizada no ano seguinte, entre os dias 5 e 6 de junho, no campus “Luiz de Queiroz”, em Piracicaba, e, além das palestras, mesas-redondas e apresentações, também foi marcada pelo lançamento da Revista Grad+, publicação da PRG criada para discutir exclusivamente questões voltadas ao ensino nas universidades.

Em 2017, foi realizada a terceira edição do evento, com discussões sobre o uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem, novas tecnologias como recurso didático, formação de professores e a reformulação curricular. Em julho do ano passado, a quarta edição do Congresso, promovida no campus de São Paulo, teve como tema central a transdisciplinaridade no ensino de graduação e na construção do conhecimento.
.

“Uso de ferramentas e mídias digitais para um ensino inovador” foi o tema de uma das oficinas ministradas durante o congresso – Foto: Vladimir Tasca

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •