Faculdade de Odontologia de Bauru inaugura 14 obras e melhorias

Em visita ao campus, o reitor anunciou a formação de um grupo de trabalho para elaborar a proposta de criação da Faculdade de Medicina de Bauru

 07/01/2022 - Publicado há 7 meses  Atualizado: 10/01/2022 as 15:45
Por
Da esq. para a dir.: João Eduardo Ferreira, superintendente de Tecnologia da Informação, Antonio Carlo Hernandes, vice-reitor da USP, Carlos Ferreira dos Santos, diretor da FOB-USP, Vahan Agopyan, reitor da USP, Marília Afonso Rabelo Buzalaf, vice-diretora da FOB-USP, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, pró-reitora de Cultura e Extensão da USP, Cleide Felicio de Carvalho Carrara, superintendente substituta do HRAC, e José Antonio Visintin, superintendente de Prevenção e Proteção Universitária. Foto: Edmilson Rodrigues

Na tarde do dia 6 de janeiro, o reitor Vahan Agopyan visitou o campus da USP em Bauru e participou da cerimônia que marcou a inauguração de obras e melhorias da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB).

Entre as 14 obras inauguradas ou apresentadas na cerimônia, os destaques são a construção do Laboratório Integrado de Pesquisas Clínicas em Fonoaudiologia e a criação do Centro Integrado de Pesquisas 3 (CIP3) – que abrigará grandes equipamentos para pesquisa, inclusive um laboratório para cultura de células e um laboratório de radioisótopos.

“É no conjunto dessas inaugurações que podemos ver como a FOB está se empenhando para manter sua excelência e garantir as condições para que nossas atividades de ensino e extensão sejam realizadas em um ambiente de pesquisa adequado”, afirmou o reitor Vahan Agopyan.

O reitor também anunciou a formação de um Grupo de Trabalho para elaborar a proposta para a criação de uma faculdade de medicina. “Nos últimos anos, foram feitos grandes avanços no campus de Bauru. Primeiro, com a ampliação do HRAC; depois, com a criação de um curso de medicina; e, na semana passada, com a assinatura do termo de compromisso com o governo do Estado de São Paulo para a implantação de um Hospital das Clínicas. Agora estamos prontos para iniciar as tratativas para criação da futura Faculdade de Medicina de Bauru”, afirmou.

O diretor da FOB, Carlos Ferreira dos Santos, que encerra seu mandato em março, fez questão de lembrar que “essa é uma oportunidade para agradecermos o apoio que recebemos da Reitoria nestes anos e também apresentar uma prestação de contas à sociedade que nos mantém. É importante mostrar que o dinheiro público está sendo muito bem usado, com o principal objetivo de melhorar não só o ambiente de estudo e trabalho da comunidade interna, mas também prover instalações para que nossa população possa ser bem atendida, já que somos um campus voltado para a área da saúde”.

O diretor da FOB, Carlos Ferreira dos Santos – Foto: Tiago Rodella

A cerimônia foi realizada no Teatro Universitário “Prof. Dr. Dioracy Fonterrada Vieira” e também contou com a presença da pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, do superintendente de Prevenção e Proteção Universitária, José Antonio Visintin, do superintendente de Tecnologia da Informação, João Eduardo Ferreira, da vice-diretora da FOB, Marília Afonso Rabelo Buzalaf, da superintendente substituta do HRAC, Cleide Felicio de Carvalho Carrara , além de docentes, pesquisadores e funcionários da Faculdade.

Inaugurações

O vice-reitor Antonio Carlos Hernandes lembrou que “estamos no final da gestão, tanto da Reitoria quanto da FOB, e esse é um momento para a avaliação. Apesar da situação financeira delicada no nosso primeiro ano de gestão e da inesperada pandemia da covid-19 nos dois anos seguintes, conseguimos investir R$ 200 milhões em infraestrutura, sendo R$ 150 milhões especificamente em obras, em todos os campi, pois entendemos que ter uma infraestrutura adequada é essencial tanto para a formação das pessoas quanto para o atendimento à população em geral”.

As outras obras apresentadas são a inauguração da Base da Guarda Universitária do campus, a construção da Sala de Espera de Pacientes, a ampliação do Arquivo da Disciplina de Anatomia, a readequação do Prédio do Biotério e as reformas do Prédio da Disciplina de Endodontia, da Recepção do Setor de Triagem e Urgência Odontológica, do Corredor das Clínicas, do Prédio do Departamento de Fonoaudiologia, do Prédio da Assistência Técnica Financeira e do Prédio do Serviço de Pós-Graduação.

“Também merecem destaque a reforma e ampliação da Disciplina de Anatomia, tendo em vista que temos um número maior de alunos, agora com o Curso de Medicina, e a instalação do sistema de exaustão de ar das clínicas odontológicas, que foram adequadas com orientações da Vigilância Sanitária por causa da pandemia de covid-19”, explica o diretor da FOB.

Ao todo, foram apresentadas 14 obras, entre as finalizadas e as que ainda estão em andamento. Acima, Marília Afonso Rabelo Buzalaf, Vahan Agopyan e Carlos Ferreira dos Santos descerram a placa comemorativa da reforma do prédio da disciplina de Endodontia – Foto: Camila Medina

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.