Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto realiza cerimônia de entronização de quadro de ex-diretora

Maria Vitória Lopes Badra Bentley foi diretora da Unidade no período de 2014 a 2018

 14/04/2021 - Publicado há 8 meses  Atualizado: 28/04/2021 as 16:25
A cerimônia foi realizada de forma remota, com transmissão direta do auditório da Faculdade – Foto: Reprodução

 

A Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) promoveu, no dia 16 de abril, a cerimônia de entronização do quadro da ex-diretora Maria Vitória Lopes Badra Bentley. 

Maria Vitória, que atualmente acumula a função de professora do Departamento de Ciências Farmacêuticas da FCFRP e de pró-reitora adjunta de Graduação da USP, foi dirigente da faculdade no período de 2014 a 2018 e presidente do Conselho Gestor do Campus da USP em Ribeirão Preto em 2016. 

A cerimônia foi realizada de forma remota, com transmissão direta do auditório da Faculdade, onde estavam o vice-reitor da USP, Antonio Carlos Hernandes; o diretor da FCFRP, Osvaldo de Freitas; e a professora Maria Vitória. Foram atendidas as recomendações sanitárias de distanciamento social e uso de máscara e álcool em gel. O reitor Vahan Agopyan; a ex-reitora da USP e professora da Faculdade, Suely Vilela; e o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat, além de outros dirigentes da Universidade, docentes, servidores e discentes da Unidade, participaram do evento de forma on-line. 

“Este é um momento importante e de reflexão da Unidade. Representa a importância da gestão de uma Diretoria, uma equipe que ficou durante quatro anos se responsabilizando pela instituição e que, hoje, está sendo reconhecida pelo quadro que está sendo entronizado. Pela maneira como a USP está estruturada, o papel da Diretoria é mais do que gerir a Unidade, é também contribuir para a gestão da Universidade”, afirmou o reitor.

A ex-diretora, por sua vez, destacou seu “compromisso de fazer uma gestão que atendesse aos objetivos da Faculdade para atingir a excelência na formação de recursos humanos e no desenvolvimento de pesquisa de alto nível na área de farmácia. Isso exigiu ousadia aliada a uma grande responsabilidade na estratégia de execução. O principal foi fazer com que as atividades-fim e meio e as mudanças eminentes da Universidade ficassem alinhadas em tempo hábil para atingirmos nossos objetivos”.

(Da esq. p/ dir.) O diretor da FCFRP, Osvaldo de Freitas; a professora Maria Vitória e o vice-reitor Antonio Carlos Hernandes – Foto: Divulgação/FCFRP

A homenageada

Com mestrado e doutorado em Fármacos e Medicamentos pela Universidade de São Paulo, Maria Vitória fez pós-doutorado na University of Manchester, no Reino Unido. Orientadora dos Programas de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas da FCFRP, a professora atua como pesquisadora na área de Nanotecnologia Farmacêutica, com estudos recentes em terapia gênica antisense. 

Maria Vitória coordena o Comitê de Assessoramento de Farmácia no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do qual já foi membro titular no período de 2009 a 2011. Também é coordenadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Nanotecnologia Farmacêutica e vice-coordenadora do laboratório SisNANO-USP, associado ao Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologia. 

Com aproximadamente 28 prêmios e menções honrosas em seu currículo, a professora se destacou nos anos de 2006 e 2017 pelo Prêmio Capes de Tese na área de Farmácia e menção honrosa na mesma área, respectivamente. Além disso, em 2010, Maria Vitória recebeu o Prêmio Natura Campus de Inovação Tecnológica e em 2007 foi certificada e homenageada pela editora estrangeira Elsevier por maior quantidade de citações em trabalho científico publicado no periódico European Journal of Pharmaceutics and Biopharmaceutics. 

Maria Vitória já atuou como supervisora no Student Chapter da USP, associação de estudantes da área de farmácia ligada à American Association of Pharmaceutical Scientists (AAPS), dos Estados Unidos, e já fez parte do núcleo central da Rede Nanocosmético do CNPq e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). 

(Matéria atualizada no dia 16 de abril, às 13h)


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.