Diretor e vice-diretor da Esalq tomarão posse no dia 17 de janeiro

A cerimônia de posse será realizada no Salão Nobre do Edifício Central da Esalq

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
O diretor Durval Dourado Neto (à esquerda) e o vice-diretor João Roberto Spotti Lopes comandarão a escola pelos próximos quatro anos – Foto: Gerhard Walle/Assessoria de Comunicação da Esalq

O novo diretor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), Durval Dourado Neto, e o vice-diretor, João Roberto Spotti Lopes, tomarão posse no próximo dia 17 de janeiro, às 15h30.

A cerimônia será realizada no Salão Nobre do Edifício Central da Esalq, localizado na Avenida Pádua Dias, 11, em Piracicaba.

Durval Dourado Neto é docente do Departamento de Produção Vegetal e foi vice-diretor da escola na gestão 2015-2019. Engenheiro agrônomo graduado pela Universidade Federal de Viçosa, mestre em Agronomia (Irrigação e Drenagem) e doutor em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas), ambos pela Esalq, Dourado é pós-doutor em Física do Solo e Modelagem em Agricultura pela Universidade da Califórnia.

O novo diretor atuou como engenheiro pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e tem vasta experiência nacional e internacional como pesquisador na área de Agronomia, com ênfase em Modelagem em Agricultura.

O vice-diretor João Roberto Spotti Lopes é formado em Engenharia Agronômica pela USP, com mestrado em Entomologia, também pela USP, doutorado em Entomologia, pela Ohio State University, e pós-doutorado pela University of California-Berkeley.

Lopes é docente do Departamento de Entomologia e desenvolve pesquisas na área de Entomologia Agrícola, com ênfase na transmissão de fitopatógenos por insetos, especialmente de bactérias vasculares que afetam plantas cítricas e de vírus e molicutes associados ao enfezamento do milho.

Esalq

A Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” foi criada em 1901, por iniciativa do agrônomo Luiz Vicente de Souza Queiroz, que doou a Fazenda São João da Montanha ao governo do Estado de São Paulo para a criação de uma escola agrícola.

Inicialmente vinculada à Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, a Esalq foi uma das escolas profissionalizantes que se uniram para dar origem à Universidade de São Paulo, em 1934.

Considerada um centro de excelência, possui sete cursos de graduação. Já formou 15.488 profissionais, sendo reconhecida nacional e internacionalmente por sua contribuição nas áreas de ciências agrárias, ambientais, biológicas e sociais aplicadas. A forte inclinação que a Esalq possui para o ensino diferenciado e a pesquisa de qualidade está contemplada em 130 laboratórios instalados em 12 departamentos, em uma estrutura que emprega 669 profissionais entre docentes e servidores técnico e administrativos.

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados