Conselho Universitário aprova tabela de vagas para o vestibular 2019

A USP oferecerá 11.147 vagas, das quais 8.365 serão destinadas para a Fuvest e 2.782 vagas para o Sisu

  • 900
  •  
  • 3
  •  
  •  
O Conselho Universitário se reuniu no dia 26 de junho, no prédio da Reitoria – Foto: Erika Yamamoto/Assessoria de Imprensa da USP

O Conselho Universitário aprovou, em sessão realizada no dia 26 de junho, a tabela de vagas dos cursos de graduação da USP para o vestibular de 2019.

No próximo ano, a USP oferecerá 11.147 vagas, das quais 8.365 destinadas para a Fuvest e 2.782 vagas para a seleção do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), voltado aos candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com a deliberação do Conselho do ano passado, para o ingresso de 2019, 40% das vagas de cada curso de graduação estão reservadas para candidatos egressos de escolas públicas (EP). Nesse porcentual incide reserva de vagas para candidatos PPI equivalente à proporção desses grupos no Estado de São Paulo, segundo o último censo da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que é de 37,5%.

Essa reserva considera, conjuntamente, os dois processos de seleção da Universidade: o vestibular da Fuvest e o Sisu.

A partir deste ano, conforme aprovado pelo Conselho de Graduação, a Fuvest adotará inscrições por modalidades de vagas. Ao escolher sua carreira e seu curso, o vestibulando terá três opções: Ampla Concorrência (AC), Ação Afirmativa Escola Pública (EP) e Ação Afirmativa Preto, Pardo e Indígena (PPI).

Do total de 8.365 vagas oferecidas pela Fuvest este ano (em 2018, esse número foi de 8.402), 6.134 serão reservadas para candidatos na modalidade ampla concorrência; 1.475 vagas para candidatos EP; e 756 apara PPI.

Para seleção do Sisu, estão sendo destinadas 2.782 vagas (em 2018, esse número foi de 2.745), distribuídas em três modalidades: 551 serão para ampla concorrência; 1.149 para estudantes EP; e 1.082 para EP/PPI.

Clique nos links a seguir para acessar a tabela geral dos cursos e a distribuição das vagas da Fuvest e do Sisu.

Reestruturação de curso

Também foi aprovada a reformulação do curso de Informática Biomédica, atualmente sob responsabilidade da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) e com o oferecimento de 40 vagas.

A partir de 2019, o curso passará a ser oferecido pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), com currículo reformulado e voltado à atividade clínica em ambiente multiprofissional em saúde, e disponibilizará 20 vagas.

A FFCLRP, por sua vez, oferecerá o novo curso de Bacharelado em Ciência da Computação, com 20 vagas e a possibilidade de aprofundamento em três vertentes: Negócios (em cooperação com a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto), Física Médica (com cooperação do Departamento de Física da FFCLRP) e Saúde (com cooperação da FMRP).

Fachada do prédio da FMRP, onde o curso de Informática Biomédica passará a ser oferecido em 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens
  • 900
  •  
  • 3
  •  
  •  

Textos relacionados