Congresso de Graduação discute a transdisciplinaridade no ensino

Em sua quarta edição, o evento é um fórum dedicado ao compartilhamento de experiências no ensino de graduação

Por - Editorias: Institucional
  • 46
  •  
  •  
  •  
  •  
[Da esq. p/ dir.] A pró-reitora adjunta, Maria Vitória Lopes Badra Bentley; o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat; o reitor Vahan Agopyan; o vice-reitor Antonio Carlos Hernandes; a pró-reitora de Graduação da Unesp, Gladis Massini-Cagliari; e a coordenadora do evento, Regina Melo Silveira – Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Entre os dias 4 e 5 de julho, foi realizada a quarta edição do Congresso de Graduação da USP, no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP. Promovido pela Pró-Reitoria de Graduação, o evento reuniu dirigentes, diretores de unidades, estudantes de graduação e de pós-graduação e professores do ensino médio.

Para o reitor Vahan Agopyan, “este Congresso tem um interesse particular para nós. A USP é reconhecida como uma universidade de pesquisa, mas, na verdade, o nosso grande diferencial é que as atividades de ensino e cultura e extensão são desenvolvidas em um ambiente de pesquisa”.

O tema central deste ano é a transdisciplinaridade no ensino de graduação e na construção do conhecimento. “Como uma instituição pública e gratuita, a USP tem o dever de assumir um compromisso social com a população. Entre os objetivos desta edição do Congresso, temos o de fortalecer o papel da Universidade junto aos professores do ensino médio e o de estimular nosso estudante de graduação a interagir com a comunidade, exercendo sua prática profissional fora dos muros da USP”, esclareceu o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat.

De acordo com a coordenadora da comissão organizadora do evento, Regina Melo Silveira, o Congresso deste ano recebeu 480 inscrições de trabalhos, sendo que 320 destes foram selecionados para apresentação. Também foram realizadas nove oficinas e workshops, com destaque para o fórum USP e o Ensino Médio.

“A ideia de compartilhar experiências tem sido uma necessidade do ensino de graduação. Nós somos muitos e estamos espalhados em diversos campi, com características diferentes. Compartilhar experiências tem feito com que a Universidade possa oferecer ainda mais. Além disso, trazer professores do ensino médio é uma excelente oportunidade de se aproximar de forma real e concreta com a escola pública”, explicou o vice-reitor Antonio Carlos Hernandes.

O Coro de Câmara Comunicantus, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), apresentou-se na abertura do evento, sob a regência do professor Marco Antonio da Silva Ramos – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Congresso de Graduação

Idealizado como um espaço para permitir a integração de docentes e o compartilhamento de práticas de ensino e experiências pedagógicas para valorizar e modernizar o ensino, o Congresso de Graduação aconteceu pela primeira vez entre os dias 25 e 27 de maio de 2015, no Centro de Convenções Rebouças, e reuniu mais de mil participantes.

A segunda edição foi realizada no ano seguinte, entre os dias 5 e 6 de junho, no campus “Luiz de Queiroz”, em Piracicaba, e, além das palestras, mesas-redondas e apresentações, também foi marcada pelo lançamento da Revista Grad+, publicação da Pró-Reitoria de Graduação criada para discutir exclusivamente questões voltadas ao ensino nas universidades.

Entre os dias 4 e 6 de julho de 2017 foi realizada a terceira edição do evento, no auditório do Centro de Difusão Internacional da USP. Abordando temas como o uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem, novas tecnologias como recurso didático, formação de professores e a reformulação curricular, o Congresso de Graduação se consolidou como um grande fórum de discussão que atrai cada vez mais participantes.

  • 46
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados