Cátedra José Bonifácio inicia atividades sob comando de José Ocampo

O novo titular da cátedra, José Antonio Ocampo, proferiu uma palestra sobre os desafios da governança internacional

Editorias: Institucional - URL Curta: jornal.usp.br/?p=343866
A primeira reunião da Cátedra José Bonifácio sob o comando do economista colombiano José Antonio Ocampo aconteceu no dia 4 de agosto e contou com a participação do reitor Vahan Agopyan e do ex-titular da Cátedra, Enrique García – Foto: Erika Yamamoto/Assessoria de Imprensa da USP

“2020 não é um ano perdido, é um ano cheio de desafios e dificuldades que serão superados. O novo normal será melhor do que o normal que tínhamos no passado, e estamos mostrando que nosso trabalho é superar desafios e oferecer respostas às demandas da sociedade”, afirmou o reitor Vahan Agopyan na abertura da primeira reunião da Cátedra José Bonifácio de 2020.

O encontro, realizado no dia 4 de agosto, marcou a retomada dos trabalhos da Cátedra José Bonifácio, agora sob o comando do economista colombiano José Antonio Ocampo Gaviria. Neste ano, a cátedra tem seu maior número de participantes, 106 pesquisadores no total, oriundos de 23 programas de pós-graduação.

“É uma honra ser convidado para dar continuidade à tradição da Cátedra José Bonifácio”, afirmou OCampo ao iniciar sua palestra “Desafios da governança internacional”, que tratou de temas como paz, direitos humanos, desenvolvimento e cooperação internacional, com base em sua experiência como ex-secretário-geral adjunto da Organização das Nações Unidas (ONU).

O coordenador do Centro Ibero-Americano (Ciba), Pedro Dallari, lembrou que normalmente o início das atividades da Cátedra é marcado por um grande evento em que o novo catedrático é apresentado e o catedrático que sai apresenta o livro que reúne os artigos produzidos durante o ano. Por causa da pandemia, essa cerimônia teve de ser adiada e deve acontecer no começo do ano que vem.

A Cátedra José Bonifácio

Criada em 2013, a Cátedra José Bonifácio é uma iniciativa do Centro Ibero-Americano, núcleo ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e ao Instituto de Relações Internacionais (IRI), que, com apoio financeiro do Banco Santander, convida uma personalidade do mundo ibero-americano para ministrar atividades acadêmicas na Universidade durante um ano letivo.

Os convidados desenvolvem pesquisa na Universidade, na temática referente à sua especialidade. Além disso, são realizadas conferências abertas à comunidade e, até mesmo, específicas para docentes e discentes.

Ocampo é o oitavo ocupante da cátedra, que já teve como titulares o ex-presidente do Chile, Ricardo Lagos (2013); o secretário-geral da Secretaria-Geral Ibero-Americana, Enrique Iglesias (2014); a escritora Nélida Piñon (2015); o ex-primeiro-ministro da Espanha, Felipe González Márquez (2016); a embaixadora do México no Brasil, Beatriz Paredes (2017); a ex-presidente da Costa Rica, Laura Chinchilla (2018); e o economista Enrique García (2019).

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.