USP Mulheres promove seminário sobre violência em tempos de conflito

No seminário, será apresentada uma perspectiva histórica do tema, tomando como base o Holocausto, e analisada a violência sexual contemporânea na Somália.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

No próximo dia 25 de novembro (sexta-feira), o Escritório USP Mulheres, em parceria com o Instituto de Estudos Avançados (IEA) e o Remember the Women Institute (RWI), promovem o seminário “Violência Sexual contra Mulheres em Tempos de Conflito”.

O RWI [Instituto Lembrem as Mulheres]  é uma organização americana não-governamental que conduz pesquisas e atividades culturais que contribuem para incluir as mulheres na história.

No seminário, o tema será dividido em duas vertentes. A primeira apresentará uma perspectiva histórica, tomando como base o Holocausto a partir do trabalho interdisciplinar de um grupo internacional de pesquisadores, que busca ampliar e aprofundar a compreensão das experiências de estupro e outras formas de violência sexual sofridas por judias naquele período.

A segunda analisará a violência sexual contemporânea na Somália, fenômeno caracterizado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como “o pior desastre humanitário contemporâneo”. O debate focará a situação presente naquele país e possíveis soluções, como as que foram apontadas no projeto A Five-Point Plan to Curtail Sexual Violence in Somalia, produzido pelo Human Rights Watch.

As expositoras serão a representante do RWI, Rochelle G. Saidel, e a mestranda da Faculdade de Direito da USP, Beatriz de Barros Sousa.

O encontro acontece das 10h às 12h, na Sala de Eventos do IEA (Rua Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar, na Cidade Universitária, em São Paulo), e terá transmissão ao vivo. Para participar presencialmente, o interessado deve realizar a inscrição por este link. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail clauregi@usp.br ou pelo telefone (11) 3091-1686.

(Com informações da Divisão de Comunicação do IEA)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados