Antonio Candido, Erney Plessmann e Walter Colli recebem título de Professor Emérito da USP

O título é concedido a professores aposentados que se distinguiram por atividades didáticas e de pesquisa ou que tenham contribuído, de modo notável, para o progresso da Universidade

Por

Antonio Candido, Erney Plessmann e Walter Colli são os novos Professores Eméritos da USP 

Os professores Antonio Candido de Mello e Souza, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH); Erney Felício Plessmann de Camargo, do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB); e Walter Colli, do Instituto de Química (IQ), foram agraciados com o título de Professores Eméritos da Universidade. A concessão da honraria foi aprovada pelo Conselho Universitário, em sessão virtual realizada no dia 9 de março. 

O título de Professor Emérito é concedido a professores aposentados que se distinguiram por atividades didáticas e de pesquisa ou que tenham contribuído, de modo notável, para o progresso da Universidade. Desde a fundação da USP, em 1934, foram outorgados 17 títulos a docentes da instituição. 

“São três nomes muito marcantes na história da nossa Universidade e que representam os alicerces de nossa instituição”, definiu o reitor Vahan Agopyan. 

A homenagem aos docentes também foi comemorada pelos conselheiros presentes à sessão. Para o diretor do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), Emanuel Carilho, “os nomes dos professores Walter Colli, Erney Camargo e Antonio Candido são, sem dúvida, da maior estatura dentro da USP e, como não deveria ser diferente, também são nomes de envergadura nacional”.

A representante da Congregação da Faculdade de Saúde Pública (FSP), Marly Augusto Cardoso, destacou que “é um grande orgulho contar com a atuação desses professores na história da USP e do Brasil”.

 

Antonio Candido de Mello e Souza (homenagem post mortem)

Escritor, ensaísta e professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Foi um dos mais importantes críticos literários brasileiros. Em 1937, iniciou os cursos de Direito e de Ciências Sociais na USP. Formou-se em Ciências Sociais em 1941. Tornou-se livre-docente de Literatura Brasileira em 1945 e doutor em Ciências em 1954.

Em 1974, passou a professor titular de Teoria Literária e Literatura Comparada, cargo em que se aposentou em 1978, mas continuou atuando na pós-graduação e orientando trabalhos acadêmicos até 1992. 

De suas obras de crítica literária, a mais importante é Formação da Literatura Brasileira (Momentos Decisivos), de 1959. Como ensaio sociológico, é considerado clássico seu estudo sobre o caipira paulista e sua transformação, Os Parceiros do Rio Bonito (1964). Sua trajetória intelectual transitou por diversas áreas das humanidades, abordando a literatura com um olhar amplo, analisando o valor estético de uma obra e também seus elementos históricos, sociais e psicológicos.

Antonio Candido de Mello e Souza – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Recebeu o título de Professor Emérito da FFLCH e da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), e Doutor Honoris Causa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Morreu em 12 de maio de 2017.

Erney Felicio Plessmann de Camargo

Graduado em Medicina, com doutorado e livre-docência, todos pela USP. Foi professor titular da USP e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Foi pró-reitor de Pesquisa da USP, diretor do Instituto Butantan e presidente da Comissão Nacional Técnica de Biossegurança (CNTBio) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

É membro do Conselho Superior da Fiocruz. Foi presidente da Fundação Zerbini-Incor. É Doutor Honoris Causa da Universidade Nacional de Inginiería, no Peru, Professor Emérito do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) e da Faculdade de Medicina da USP. É membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo, da Academia Brasileira de Ciências, da Academia Nacional de Medicina e da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS).

É comendador e Grã-Cruz da Ordem do Mérito Científico do Brasil e Grã-Cruz da Ordem do Ipiranga do Estado de São Paulo. É professor sênior da USP, parasitologista, protozoologista, atualmente trabalhando com diversidade, taxonomia, filogenia e evolução de tripanosomatídeos.

Erney Plessmann de Camargo – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Nos últimos 15 anos, tem trabalhado principalmente na Amazônia, África e América do Sul (Venezuela e Colômbia). Passou a dedicar-se como cientista, professor e assessor ao Programa Pro-África, tendo visitado aquele continente anualmente desde 2008.

Walter Colli

É graduado em Medicina, doutor em Bioquímica pela Faculdade de Medicina e livre-docente pelo Instituto de Química. Foi professor titular da USP de 1980 até 2009 e atualmente é colaborador sênior do IQ, onde foi diretor em dois períodos, 1986 a 1990 e 1994 a 1998, e recebeu o título de Professor Emérito. Foi diretor do Instituto Butantan, em 1999, e do Instituto de Relações Internacionais da USP, entre 2006 e 2009. Teve participação ativa nos órgãos colegiados da Universidade, como o Conselho Universitário e a Comissão Especial de Regimes de Trabalho (Cert).

É Doutor Honoris Causa pela Universidade de Buenos Aires e membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS). É membro da Ordem do Mérito Científico do Brasil nas classes Comendador e Grã-Cruz.

Em 2014, foi agraciado com o Prêmio Almirante Álvaro Alberto de Ciência e Tecnologia. Tem experiência na área de Bioquímica e Biologia Molecular, atuando principalmente na área de interação entre Trypanosoma cruzi e célula hospedeira. Durante 50 anos, ensinou Bioquímica e Biologia Molecular, anualmente, para estudantes de graduação.

Walter Colli – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.