Integrantes do PET participam de encontro em Ribeirão Preto

Projeto criado em 2003 realiza encontros anuais para a apresentação dos trabalhos desenvolvidos

  • 167
  •  
  •  
  •  
  •  
Os 260 estudantes, de diversas áreas do conhecimento, que integram 23 projetos do PET na USP, participaram do evento – Foto: Diretoria EERP

O estabelecimento de uma pauta unificada de ações voltadas especialmente para o incremento do ensino foi um dos principais resultados do encontro dos integrantes do Programa de Educação Tutorial (PET) da USP, que se reuniram no campus de Ribeirão Preto, no dia 15 de setembro.

Implantado na USP em 2003, o objetivo do programa, criado pelo Ministério da Educação do governo federal, é incentivar alunos a desenvolverem projetos que envolvam pesquisa, ensino e extensão de forma integrada. Visa, ainda, à formação de um profissional crítico e atuante e aliar a formação acadêmica com a futura atividade profissional, especialmente no caso da carreira universitária, além da implementação de ações voltadas para a comunidade.

Ao todo, 260 estudantes de diversas áreas do conhecimento, que integram 23 projetos do PET na USP, participaram do evento, promovido no auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP).  “O grupo elaborou uma pauta unificada de ações e de reuniões, que culminou com uma única célula do programa”, explicou o coordenador do PET e professor da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE), Júlio Cerca Serrão.

Segundo Serrão, o encontro representa uma oportunidade para os alunos mostrarem seus projetos. “É o momento de novas parcerias e propostas. Além da divulgação do que está sendo feito, acontece também a socialização dos trabalhos realizados por cada grupo”, destacou.

Para a professora da FDRP e anfitriã do encontro, Fabiana Severi, “esse foi o momento para os grupos articularem uma agenda comum e planejarem o futuro, discutirem os rumos do programa, as dificuldades encontradas e criarem agendas propositivas”, comemorou.

Experiência intensa

Para a aluna da FDRP, Beatriz Buchetti, participar do encontro foi uma experiência intensa, especialmente para aqueles que se envolveram na organização como ela. “Tive a oportunidade de aprender bastante sobre organização, solução de problemas e fluxo de trabalho. A experiência como um todo não se limitou a apenas um dia, pois foram meses de organização e trabalho”, afirmou.

Beatriz ressaltou o fato de conhecer novas pessoas e entender como ocorrem alguns processos na Universidade como outro aspecto importante do evento. “Pude entender melhor a dimensão do PET e como ele pode impactar positivamente a vida das pessoas inseridas ou não no contexto de uma universidade”, disse.

O estabelecimento de uma pauta unificada de ações voltadas especialmente para o incremento do ensino foi um dos principais resultados do encontro – Foto: Divisão de Comunicação Institucional – Polo SCS Ribeirão Preto
  • 167
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados