Marília Fiorillo

“Toda tirania é uma insensatez”

A afirmação de Marília Fiorillo tem a ver com o tema de sua coluna de hoje (12), que trata das características que definem os vários tipos de tiranos, até mesmo os da literatura, como Macbeth

A luta pelos direitos humanos em Mianmar

“O maior empecilho para a democracia em Mianmar é o isolacionismo do país, cujos mandantes não dão a mínima para a opinião publica mundial”, afirma Marília Fiorillo

Refugiados de Mianmar, os esquecidos

Enquanto a atenção da comunidade internacional se volta para os refugiados ucranianos, os de Mianmar – que sofrem há cinco décadas – são esquecidos, pois, segundo Marília Fiorillo, são desinteressantes do ponto de vista geopolítico

Quando o feitiço vira contra o feiticeiro

Para Marília Fiorillo, a aventura russa em terras ucranianas, patrocinada por Vladimir Putin, apenas fez ressuscitar e ressurgir das cinzas uma organização que estava entregue às moscas e em estado falimentar: a Otan

“Toda tirania é uma insensatez”

A afirmação de Marília Fiorillo tem a ver com o tema de sua coluna de hoje (12), que trata das características que definem os vários tipos de tiranos, até mesmo os da literatura, como Macbeth

A luta pelos direitos humanos em Mianmar

“O maior empecilho para a democracia em Mianmar é o isolacionismo do país, cujos mandantes não dão a mínima para a opinião publica mundial”, afirma Marília Fiorillo

Refugiados de Mianmar, os esquecidos

Enquanto a atenção da comunidade internacional se volta para os refugiados ucranianos, os de Mianmar – que sofrem há cinco décadas – são esquecidos, pois, segundo Marília Fiorillo, são desinteressantes do ponto de vista geopolítico

Quando o feitiço vira contra o feiticeiro

Para Marília Fiorillo, a aventura russa em terras ucranianas, patrocinada por Vladimir Putin, apenas fez ressuscitar e ressurgir das cinzas uma organização que estava entregue às moscas e em estado falimentar: a Otan

\\ BUSCA

\\ PODCASTS

\\ ARTIGOS

Cientistas pela democracia

Por Vinícius Soares, presidente da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), e Amanda Harumy, doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina da USP e diretora das relações internacionais da ANPG

\\ MAIS LIDAS