USP promove evento on-line sobre os desafios da democracia

No dia 10, às 14 horas, encontro vai reunir professores do Brasil e do exterior, com transmissão pela internet

 06/11/2020 - Publicado há 1 ano
Por
Imagem extraída da página do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP no Facebook

A democracia está em apuros em vários países e o Brasil não foge a essa tendência. É o que afirma o professor Anthony Pereira, do King’s College, de Londres, na Inglaterra. Ele lembra que, de acordo com organizações dedicadas a monitorar a democracia no planeta – como a Freedom House e o International Institute for Democracy and Electoral Assistance -, houve uma “recessão democrática” nos últimos anos no mundo.

Anthony Pereira será um dos participantes do evento #pelademocracia, a ser realizado no dia 10 de novembro, terça-feira, às 14 horas, pelo Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP. Gratuito, o evento terá transmissão ao vivo através da página do IEB no Facebook, com mediação da professora Diana Vidal, diretora do IEB. “O contexto da preocupação com a democracia são sociedades altamente polarizadas, onde a contenção e a tolerância na competição eleitoral estão dando lugar à divisão, ao ódio e às mentalidades tribalistas”, destacou Pereira, em entrevista ao Jornal da USP por e-mail. Essa polarização faz com que as pessoas vivam em suas próprias bolhas de informação, acrescentou o professor. “Elas ficam relutantes em ouvir pessoas que não são como elas.”

Além de Pereira, o evento terá a participação dos professores Jerry Davila, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, que falará sobre a questão racial no contexto democrático, e Alexandre Barbosa, do IEB, que tratará de aspectos econômicos ligados à democracia.

Durante o encontro, serão exibidos os vídeos selecionados no concurso #pelademocracia, promovido em outubro passado pelo IEB. Nesse concurso, cordelistas, repentistas, freestyle rappers e slammers foram convidados a enviar vídeos em que a palavra falada é usada para se manifestar a favor da democracia. Os vídeos selecionados ficarão disponíveis no canal do IEB no Youtube.

Segundo a professora Diana Vidal, o objetivo do evento e do concurso é criar um “espaço polifônico de reflexão”, que traga diferentes vozes à discussão sobre a democracia, não se restringindo apenas ao meio acadêmico. “Tanto os professores convidados para o evento quanto as pessoas que enviaram seus vídeos para o concurso estão se posicionando, opinando e refletindo sobre a democracia, sobre as suas virtudes e falhas”, afirma Diana. “Estão denunciando algumas das falhas da democracia com o intuito de superar essas falhas e trazendo à discussão vários aspectos relacionados com o exercício democrático.” Para a professora, o mundo vive desafios significativos em relação aos regimes democráticos, com a atual tendência de governos autoritários e populistas que têm privilegiado o atendimento de interesses de grupos da sociedade, em detrimento de uma concepção mais alargada de Estado.

A realização do evento e do concurso faz parte de uma iniciativa internacional: a rede internacional de Centros e Institutos de Estudos Brasileiros (Cieb). Criado há cerca de um ano, o Cieb reúne pesquisadores de vários institutos dedicados a estudar o Brasil. Com isso, a proposta de discutir a democracia vem também alinhada ao debate internacional e plural sobre o regime, considera Diana.

O evento #pelademocracia será realizado no dia 10 de novembro, às 14 horas, na página do  Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) no Facebook. Grátis. Não é preciso fazer inscrição.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.