USP Filarmônica se apresenta em Ribeirão Preto e em São Carlos

Com entrada gratuita, concertos acontecem nos dias 28 e 29 de agosto

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=190364
  • 73
  •  
  •  
  •  
  •  
Nos dois concertos, a USP Filarmônica vai executar obras de Händel, Donizetti e Beethoven, além da estreia mundial de Agora Que Sinto Amor, do maestro Rubens Russomanno Ricciardi – Foto: Divulgação / USP – São Carlos

Na próxima semana, a Orquestra USP Filarmônica fará dois concertos, nas cidades de Ribeirão Preto e São Carlos. Na terça-feira, dia 28, às 20h30, a apresentação será no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto. Já na quarta-feira, dia 29, também às 20h30, o palco do espetáculo será o Teatro Municipal de São Carlos.

Formada por alunos de graduação bolsistas das Pró-Reitorias de Graduação e de Cultura e Extensão Universitária da USP e sediada no Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, a USP Filarmônica é uma orquestra acadêmica, que promove atividades de ensino, pesquisa e extensão universitária na área da música sinfônica.

“Desde 2014, a orquestra se apresenta regularmente em São Carlos. Nós temos essa dupla sede: Ribeirão Preto e São Carlos”, conta o maestro titular da orquestra, Rubens Russomanno Ricciardi, acrescentando que essa “é uma integração fecunda”. O maestro ainda ressalta que toda a programação, onde quer que seja a apresentação, é pública, gratuita e acessível. “Os concertos são abertos ao público em geral para não ter nenhuma distância entre a arte produzida pela USP e a comunidade”, diz.

Em São Carlos, o concerto integra a série Concertos USP/Prefeitura de São Carlos e presta homenagem aos 65 anos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP. A realização é do Grupo Coordenador das Atividades de Cultura e Extensão Universitária do campus da USP em São Carlos, do Centro Cultural da Prefeitura do campus da USP daquela cidade e da EESC, com apoio da Prefeitura de São Carlos e do Teatro Municipal.

Estreia mundial

Nas duas apresentações, o concerto, que não terá intervalo, terá início com a obra Alla Hornpipe (1717), da Suíte Nº 2 em Ré Maior (Música Aquática), de Georg Friedrich Händel (1685-1759), seguida da estreia mundial de Agora Que Sinto Amor (2017), com poema de Fernando Pessoa, de Rubens Ricciardi, com solo da soprano Lilian Giovanini, aluna da Escola Superior de Música de Leipzig, na Alemanha, e ex-aluna da FFCLRP.

Completam o repertório Regnava nel silenzio (1835), ária da ópera Lucia di Lammermoor, de Gaetano Donizetti (1797-1848), com Lilian em dueto com a mezzo-soprano Priscila Cubero (também ex-aluna da FFCLRP), e a Sinfonia nº 5 em Dó Menor, op. 67 (1808), de Ludwig van Beethoven (1770-1827), apresentada com seus quatro movimentos na íntegra.

Seguindo uma tendência internacional, os concertos são mais curtos, com duração de 50 minutos. “Atualmente não se fazem mais concertos de duas horas. Apresentações de orquestras de câmara são sempre de 50 minutos, sem intervalo, e de sinfônicas podem variar, mas, como somos uma orquestra acadêmica, preferimos manter uma parte só, mais densa.”

O maestro Rubens Russomanno Ricciardi: “Somos uma orquestra acadêmica e toda a programação é pública, gratuita e acessível” – Foto André Estevão

Ricciardi lembra que a USP Filarmônica mantém duas séries mensais de concertos, quase sempre na última terça e quarta-feira de cada mês, respectivamente no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto, e no Teatro Municipal de São Carlos, em parceria com as Prefeituras das duas cidades.

Os concertos da Orquestra USP Filarmônica acontecem nos dias 28 de agosto, terça-feira, às 20h30, no Theatro Pedro II de Ribeirão Preto (Rua Álvares Cabral, 370, centro, Ribeirão Preto), e no dia 29 de agosto, quarta-feira, às 20h30, no Teatro Municipal de São Carlos (Rua 7 de Setembro, 1.735, centro, São Carlos). Entrada grátis.

  • 73
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados