Toninho Carrasqueira lança o álbum “Oriente-se, Ocidente”

Obra tem origem na tese de doutorado do flautista e professor da USP, que busca estimular a criatividade do estudante de música

 15/07/2022 - Publicado há 3 meses  Atualizado: 26/07/2022 as 17:04
O flautista e professor da USP Toninho Carrasqueira – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

Ouça no link abaixo a entrevista do flautista e professor da USP Toninho Carrasqueira concedida ao radialista Cido Tavares no programa De Papo Pro Ar, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitido no dia 15 de julho de 2022.

A capa do novo disco de Toninho Carrasqueira, Oriente-se, Ocidente – Foto: Reprodução/LAMI-USP

O flautista e professor da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP Toninho Carrasqueira lançou recentemente o seu primeiro álbum autoral, Oriente-se, Ocidente, que traz 31 composições para flauta solo, duos e trios. O álbum está disponível no site do selo Lami (clique aqui), que produz a obra.

Como Carrasqueira explicou no programa De Papo Pro Ar, da Rádio USP (93,7 MHz) – levado ao ar nesta sexta-feira, dia 15 -, o álbum foi concebido para ilustrar os procedimentos criativos propostos no livro Divertimentos-Descobertas – Estudos Criativos para o Desenvolvimento Musical (Editora da USP, 2017), que é resultado da tese de doutorado defendida pelo professor no Departamento de Música da ECA em 2011.

Na tese, Carrasqueira critica os métodos europeus adotados nas escolas de música do Brasil – a maioria deles do século 19 e da primeira metade do século 20. Segundo o professor, esses métodos sofrem a influência do pensamento originário da Revolução Industrial, no século 18, que promoveu a divisão do trabalho. Assim como numa indústria os operários se especializam em determinadas funções, na música houve uma especialização: muitas vezes o compositor e o maestro não tocam nenhum instrumento e o músico, mesmo um virtuose, não compõe nem rege. “Esses métodos são ótimos em vários aspectos, formaram virtuoses, grandes músicos e professores, mas não estimulam a criar.”

Pensando nisso, Carrasqueira elaborou a tese que busca estimular a criatividade do estudante de música. “Desde o começo eu proponho que a gente vá estudando os diferentes elementos da linguagem musical, como escalas e acordes, de forma criativa, criando nossos próprios exercícios”, diz o professor na entrevista em De Papo Pro Ar. Para ilustrar o que propõe na tese, Carrasqueira compôs os exercícios e estudos que agora formam o álbum Oriente-se, Ocidente. “A ideia é que o aluno use esses estudos como exemplo, como referência, para fazer as próprias composições.”

Ouça no link acima a entrevista de Toninho Carrasqueira sobre o álbum Oriente-se, Ocidente, concedida ao radialista Cido Tavares no programa De Papo Pro Ar, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitido nesta sexta-feira, dia 15.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.