Rádio USP revisita shows musicais históricos no Teatro Paramount

Programa “USP Especiais” destaca apresentações, nos anos 60, que deram novos rumos à Música Popular Brasileira

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=186923
  • 53
  •  
  •  
  •  
  •  
Caetano Veloso em apresentação do Festival de Música Brasileira, em 1967, no Teatro Paramount – Foto: Domínio público/Acervo Arquivo Nacional

 

Shows musicais históricos ocorridos no Teatro Paramount, em São Paulo, logo após o golpe militar de 1964, foram apresentados no programa USP Especiais, que foi ao ar nos dias 3 e 4 de agosto de 2018 pela Rádio USP (93,7 MHz).

No programa – intitulado Teatro Paramount (1964-1965): Da Bossa Nova à Canção Engajada -, o apresentador Gustavo Xavier destacou que esses shows são considerados históricos porque marcam uma época de transição musical, em que a nascente bossa nova e músicas críticas em relação à sociedade se mesclaram para fundar a MPB tal como ela se desenvolveu nas décadas seguintes. Berimbau, de Baden Powell e Vinicius de Moraes, Desafinado, de Tom Jobim, e Zelão, de Sérgio Ricardo, foram algumas das composições ouvidas no programa para exemplificar a importância dos shows no Teatro Paramount para a constituição da MPB.

A principal fonte de pesquisa utilizada para a realização do programa foi o livro Seguindo a Canção – Engajamento Político e Indústria Cultural na MPB (1959-1969), do professor Marcos Napolitano do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Essa edição do programa USP Especiais teve roteiro, montagem e apresentação de Gustavo Xavier, pesquisa sonora de Amanda Ferraresi e Amanda Pedrosa e voz adicional de Amanda Pedrosa.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

 

 

  • 53
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados