Rádio USP destaca o centenário de Linda Batista

Programa mostra a vida e a obra de uma das maiores cantoras do Brasil no século 20

Linda Batista em 1952 – Foto: Arquivo Nacional via Wikimedia Commons / Domínio público

Nascida na capital paulista há cem anos – em 14 de junho de 1919 -, Linda Batista começou sua carreira de cantora e compositora em 1936, apresentando-se num programa de rádio dirigido por Francisco Alves. Já no ano seguinte, foi eleita a “Rainha do Rádio”. Contratada pela Rádio Nacional, fez uma excursão de seis meses pelo Norte e Nordeste do Brasil, ampliando sua fama. Entre seus maiores sucessos estão Nega Maluca (1950), de Evaldo Rui e Fernando Lobo, O Maior Samba do Mundo (1958), de David Nasser e Herivelto Martins, e Risque (1953), de Ary Barroso. Vista como sucessora de Carmen Miranda, Linda morreu em 17 de abril de 1998, aos 68 anos de idade, no Rio de Janeiro, vítima de embolia pulmonar.

Para lembrar o centenário de Linda Batista, o programa USP Especiais, da Rádio USP (93,7 MHz), retransmitiu, no dia 9 de outubro de 2019, um programa especial sobre a cantora produzido pela Rádio Batuta do Instituto Moreira Salles (IMS).

Além de informações sobre a vida e a obra de Linda Batista, o programa trouxe entrevistas com críticos musicais e exibiu várias músicas interpretadas pela cantora, como O Maior Samba do Mundo, Eu Fui à Europa, Amélia na Praça Onze e Vingança. A apresentação é de Joaquim Ferreira dos Santos.

Ouça no link acima a íntegra do programa.

 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.