Rádio USP conta a história dos sambas de Cartola

Programa “Olhar Brasileiro” reconstitui a trajetória do compositor carioca

O compositor Angenor de Oliveira, o Cartola – Fotomontagem: Vinicius Vieira

Ouça nos links abaixo o programa Olhar Brasileiro, da Rádio USP (93,7 Mhz), transmitido no dia 10 de maio de 2020, que focalizou a obra do compositor carioca Cartola. O programa é produzido e apresentado pelo pesquisador Omar Jubran.

Em 1929, o cantor Mário Reis, então muito famoso, encomendou uma música a um jovem compositor carioca, Angenor de Oliveira, que foi intitulada Que Infeliz Sorte e acabou sendo gravada por Francisco Alves, outro grande sucesso da época. Foi o primeiro registro em disco de uma obra do compositor que ficaria conhecido como Cartola (1908-1980).

Essa é uma das histórias sobre Cartola contadas no programa Olhar Brasileiro, da Rádio USP (93,7 MHz), transmitido no dia 10 de maio de 2020. O programa é o primeiro de dois episódios sobre o compositor carioca. Olhar Brasileiro é produzido e apresentado pelo pesquisador Omar Jubran.

A respeito do apelido que o eternizou, o próprio compositor explicou no programa, numa gravação recuperada por Jubran: “Eu usava um chapéu-coco quando eu trabalhava na obra. Começaram a me chamar de Cartola, e aí o apelido pegou”. Já o nome é resultado de um equívoco. “Eu era Agenor. Quando fui casar é que eu vi que meteram um n entre o ‘a’ e o ‘g’. Pra não ter que mexer naquela papelada toda, deixei assim mesmo.”

Cartola foi um dos fundadores, em 1928, com alguns amigos, da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, do Rio de Janeiro. “Quem deu esse nome fui eu, porque eu tinha um samba que falava de estação primeira: ‘Somos da estação primeira, salve o morro de Mangueira'”, lembrou o compositor. “Então acabou ficando esse nome.”

Entre as músicas ouvidas no programa estão a pioneira Que Infeliz Sorte, de 1929, na voz de Francisco Alves, Tenho um Novo Amor, parceria de Cartola com Noel Rosa, gravada por Carmen Miranda em 1932, e Na Floresta, de 1932, composição de Cartola e Silvio Caldas.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

Olhar Brasileiro vai ao ar sempre aos domingos, às 10 horas, pela Rádio USP (www.usp.br/radio).

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.