Rádio USP celebra 40 anos com show musical no campus

Desde a manhã desta quarta-feira, dia 11, vários artistas se revezam no palco da Praça das Ideias

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Luis Fernando Santoro, Melquiades Cunha Junior, Mario Fanuchi, Marcello Bittencourt e Celso Santos Filho, durante a Cerimonia de Comemoração dos 40 anos da Rádio Usp com os ex diretores – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

O pianista Amilton Godoy se apresenta ao lado da flautista Léa Freire. Entre uma música e outra, sob o sol seco, cita o papel da Rádio USP para sua carreira. “É muito importante que a gente tenha um lugar para mostrar nosso trabalho e divulgar a música instrumental brasileira.”

Léa e Godoy foram dois dos artistas que se apresentaram na manhã desta quarta-feira, dia 11 de outubro, na Praça das Ideias, na Cidade Universitária, no show comemorativo dos 40 anos da Rádio USP. Comandado pelo radialista Mário Sant – apresentador do programa Via Sampa -, o evento teve início às 9 horas, com previsão de se estender até as 19 horas, com a apresentação de vários artistas e grupos musicais, como Língua de Trapo, Eduardo Gudin, Demônios da Garoa, Edvaldo Santana e Isca de Polícia.

Léa Freire e Amilton Godoy – Foto: Jorge Maruta / USP Imagens

Enquanto os artistas se apresentavam na Praça das Ideias, uma sessão solene em comemoração aos 40 anos da Rádio USP acontecia no Auditório Freitas Nobre da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. A sessão reuniu ex-diretores da rádio, que lembraram episódios da história da emissora. Coordenados pelo professor da ECA Luiz Fernando Santoro – que dirigiu a rádio nos anos 80 -, estavam presentes os ex-diretores Mario Fanucchi, Melchiades Cunha Junior, Marcello Bittencourt e Celso Santos Filho, além do jornalista Lupercio Tomaz, responsável pela implantação da Rede USP de Rádio, em 2000, e do radialista Moisés da Rocha, produtor e apresentador de um dos programas de maior audiência da Rádio USP, O Samba Pede Passagem.

Programação de qualidade

Artistas se apresentam na Praça das Ideias – Foto: Jorge Maruta / USP Imagens

Na plateia do show em homenagem aos 40 anos da Rádio USP, na Praça das Ideias – localizada ao lado dos estúdios da emissora -, a estudante Giovanna Colucci apreciava a música de Léa e Godoy. Aluna de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, ela elogiou a qualidade da programação musical da rádio e pediu ainda mais diversidade. “Uma sugestão legal seria conhecer um pouco mais de artistas novos do Brasil inteiro.”

Ao lado de Giovana, a funcionária do Instituto de Física da USP Renata Ribeiro aplaudiu a apresentação de Renato Braz e José Miguel Wisnik. Ela disse que gosta das entrevistas que a rádio faz com os artistas e sugeriu que sejam feitas ainda mais.

No palco, José Miguel Wisnik termina o acorde ao teclado e toma a palavra para uma saudação: “Viva a Rádio USP e viva os funcionários que tomaram a iniciativa desta celebração”.

Sentado sobre uma canga no gramado da Praça das Ideias, o funcionário do Instituto de Geociências da USP Leonardo Cappuci descasca uma fruta para seus dois filhos pequenos. Ouvinte da emissora há mais de 20 anos, Capucci elogia os programas Rádio Matraca e O Samba Pede Passagem. “Curto programa que é resultado de pesquisa, fruto de produção. Essa é a parte que mais me fascina no rádio.”

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados