Programa de atualidades, “Diálogos na USP” completa um ano

Além de celebrar o primeiro aniversário, o programa debaterá nesta sexta-feira, dia 19, as recentes eleições na França

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Marcello Rollemberg, apresentador do programa Diálogos na USP – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

.
Na edição desta sexta-feira, dia 19, o Diálogos na USP – Os Temas da Atualidade comemora seu primeiro aniversário. Com transmissão ao vivo, a partir das 11 horas, o programa contará com a participação da professora Maria Antonieta Del Tedesco Lins, do Instituto de Relações Internacionais (IRI) da USP, que discutirá o resultado das recentes eleições na França.

Diálogos na USP faz parte de uma série de reformulações propostas pela Superintendência de Comunicação Social (SCS) da USP, que desde o ano passado procura expandir a divulgação da produção científica e cultural da Universidade. Além da criação do Diálogos na USP, a Rádio USP (93,7 FM) teve a programação incrementada com a participação de 20 colunistas, que analisam semanalmente assuntos que vão de política a ciência.

Isso, para o nosso ouvinte, é muito importante e mostra também, assim como no Diálogos, a pujança intelectual da Universidade”, diz Marcello Rollemberg, apresentador do Diálogos na USPPara o jornalista, que dirigiu o Jornal da USP por 22 anos e atuou na TV USP por cinco, é importante que os pesquisadores da maior universidade da América Latina tenham espaço para discutir grandes fatos da ciência, do País e do mundo.

Desde maio do ano passado, o Diálogos na USP tem abordado temas que estejam em pauta na sociedade. Entre os programas que mais marcaram Rollemberg está o de estreia, que discutiu o avanço do processo de impeachment no Senado. O fato foi debatido pelos professores do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) José Augusto Guilhon Albuquerque e Glauco Peres da Silva, pelo professor Brasílio Sallum Junior, do Departamento de Sociologia da FFLCH, e pela professora Maria Victória de Mesquita Benevides, da Faculdade de Educação da USP.

Nesse programa, cada entrevistado compartilhou sua posição a respeito da legitimidade do processo. “O Diálogos tenta fazer uma congregação de opiniões divergentes, que são importantes para, antes de qualquer coisa, fazermos o ouvinte pensar. Nós não queremos dar soluções fechadas para o ouvinte, não podemos dar, então é importante que ele ouça, reflita, e então tire as suas próprias conclusões”, explica Rollemberg, que acredita que ainda faltam análises ponderadas na imprensa.
.

Rollemberg entrevista o professor José Augusto Guilhon Albuquerque, no programa Diálogos na USP – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

.
Outra matéria que o jornalista destaca é a entrevista com o professor João Evangelista Steiner, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP. “Por ser uma conversa sobre astronomia, você pensa que vai ser uma coisa complicada, mas foi absolutamente deliciosa“, diz Rollemberg.

Diálogos na USP é a primeira empreitada radiofônica do jornalista, que construiu sua carreira no jornalismo impresso. “Fazer rádio tem sido uma experiência completamente apaixonante. Hoje é uma das coisas que mais me deixam feliz, uma realização profissional que eu não imaginava que pudesse ter”, conta.

Todos os programas, de uma forma ou de outra, foram muito importantes. Eles acrescentaram tanto para o ouvinte quanto para mim. Porque se trata de um diálogo, e num diálogo, antes de qualquer coisa, a gente tem que estar aberto a ouvir  — e a contestar, se for o caso —, mas ele só faz sentido se você crescer com ele”, afirma Rollemberg.

Diálogos na USP – Os Temas da Atualidade é transmitido ao vivo às sextas-feiras, às das 11 às 12 horas, pela Rádio USP (93,7 MHz). Nesta sexta-feira, dia 19, o tema do programa será “Eleições na França”.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados