Peça pouco conhecida de Plínio Marcos é encenada em São Paulo

Escrita em 1968, “Jornada de um Imbecil até o Entendimento” fica em cartaz até 16 de dezembro

 22/11/2018 - Publicado há 3 anos
Peça escrita em 1968 e censurada pelo regime militar está em cartaz no Centro Cultural São Paulo – Foto: Divulgação / Priscila Prade

 

A peça Jornada de um Imbecil até o Entendimento, de Plínio Marcos (1935-1999), está em cartaz até 16 de dezembro no Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 100, Paraíso, em São Paulo), às sextas e sábados, às 21 horas, e domingos, às 20 horas. Montada apenas três vezes, a peça é uma das obras menos conhecidas do dramaturgo santista.

Escrita em 1968 e censurada pelo regime militar (1964-1985), Jornada de um Imbecil até o Entendimento é uma comédia circense, toda estruturada no universo clow. Ela conta a história de seis vagabundos, que sobrevivem pedindo dinheiro pelas ruas de uma cidade grande. A direção é de Hélio Cícero, diretor e ator formado pela Escola de Arte Dramática (EAD) da USP.

[cycloneslider id=”peca_jornada_imbecil”]

.No dia 8 de novembro, o programa Via Sampa, da Rádio USP (93,7 MHz), levou ao ar entrevista com o diretor Hélio Cícero sobre a peça de Plínio Marcos. A entrevista foi feita por Miriam Ramos. O programa Via Sampa tem produção de Heloisa Granito.

Ouça no link acima a íntegra da entrevista.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.