Osesp produz CDs com “Choros” de Camargo Guarnieri

Orquestra grava segundo volume nos dias 19, 20 e 21 deste mês, em concertos abertos ao público na Sala São Paulo

 12/11/2020 - Publicado há 1 ano
Camargo Guarnieri, o “maior músico das três Américas”, de acordo com a Organização dos Estados Americanos (OEA) em 1992 – Foto: Alan Fischer/ACG-IEB-USP/Divulgação (Modificada)

O compositor paulista Camargo Guarnieri (1907-1993) – ex-diretor artístico da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) – tem a sua obra revisitada pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), que em dois CDs apresenta os Choros do “maior músico das três Américas”, como classificou a Organização dos Estados Americanos (OEA) em 1992.

O primeiro CD, Choros I, acaba de ser lançado. Ele traz quatro obras de Guarnieri: Seresta para Piano e OrquestraChoro para Violino e Orquestra, Choro para Flauta e Orquestra de Câmara e Choro para Fagote e Orquestra. A gravação tem direção musical de Isaac Karabtchevsky e traz como solistas quatro músicos da Osesp: Davi Graton, Claudia Nascimento, Olga Kopylova e Alexandre Silvério.

O segundo CD será gravado nos dias 19, 20 e 21 deste mês, na Sala São Paulo, em apresentações abertas ao público. Desta vez, serão interpretados o Choro para Clarinete e Orquestra (com solos de Ovanir Buosi, nos dias 19 e 20), o Choro para Viola e Orquestra (com Horácio Schaeffer, nos dias 19 e 20), o Choro para Violoncelo e Orquestra (com Matias de Oliveira Pinto, nos dias 19 e 21) e o Choro para Piano e Orquestra (com Olga Kopylova, nos dias 20 e 21). A regência será do maestro Roberto Tibiriçá.

Os dois volumes fazem parte da série Música do Brasil, do selo Naxos.

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo na Sala São Paulo – Foto: Osesp

Camargo Guarnieri merece figurar no hall dos grandes compositores mundiais da segunda metade do século 20, e os registros de grande qualidade técnica e musical realizados pela Osesp são fundamentais para que esse reconhecimento seja ampliado”, disse Cornelia Rosenthal, representante do selo Naxos no Brasil, em nota divulgada pela gravadora.

Não é a primeira vez que a Osesp grava CDs com obras do ex-diretor artístico da Osusp. A orquestra tem outros cinco álbuns com sinfonias e sonatas do compositor paulista, conforme mostra sua discografia.

Nascido em Tietê (SP), Camargo Guarnieri é um dos principais nomes do modernismo na música brasileira. Foi diretor artístico da Osusp por 18 anos, de 1975 até sua morte. Em 2000, o arquivo do compositor foi doado pela família para o Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP. Ele soma cerca de 30 mil documentos, incluindo partituras autógrafas, cartas, ensaios e fotografias. Com 2.500 obras, a biblioteca do compositor também faz parte do acervo. O compositor empresta seu nome ao anfiteatro instalado na Cidade Universitária, em São Paulo.

O primeiro dos dois CDs com os Choros de Camargo Guarnieri produzidos pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) – Foto: Divulgação

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.