Orquestra da USP dá início à temporada 2019 neste sábado

Antes do concerto na Sala São Paulo, orquestra faz ensaio gratuito na Cidade Universitária na sexta-feira

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=224360
  • 517
  •  
  •  
  •  
  •  

Assista acima ao vídeo da apresentação especial da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp), do Grupo Sestina do Coral da USP (Coralusp) e do Coro de Câmara Comunicantus, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, realizada no dia 11 de dezembro de 2018, no Anfiteatro Camargo Guarnieri, na Cidade Universitária, em São Paulo, local que deverá ser palco da Osusp no segundo semestre da temporada 2019. 

 

O primeiro concerto da temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) acontece neste sábado, dia 23, às 21 horas, na Sala São Paulo, com um programa que reúne duas obras contemporâneas e duas composições do repertório tradicional. A regência é do maestro convidado Tobias Volkmann, que atua no Rio Grande do Sul e pela primeira vez se apresenta em São Paulo, com solo da flautista Cássia Carrascoza, professora do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP. “É uma temporada muito especial e instigante, que mescla repertório brasileiro, repertório moderno e grandes cânones da música erudita”, afirma a vice-diretora e violinista da Osusp, Mayra Moraes. A temporada de 2019 da Osusp tem como tema Arte e Educação.

A Orquestra Sinfônica da USP tem intensa participação de regentes, solistas e compositores do Departamento de Música da USP, além de forte presença feminina – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

A Osusp vai executar Fragmentos (2014), de Mariza Rezende, e a estreia paulista de Transfigurações para Flauta e Orquestra, de Ronaldo Miranda. “Muito interessante é a segunda parte do concerto”, comenta Mayra. Segundo ela, a orquestra vai tocar a Sinfonia nº 4 em Mi Menor, op. 98, de Brahms, que no seu quarto movimento faz menção ao último andamento da cantata Nach dir, Herr, verlanget mich (BWV 150), de Johann Sebastian Bach. Esse mesmo andamento de Bach ganhou roupagem moderna com o arranjo orquestral do jovem músico brasileiro Mateus Araújo, intitulado Triálogos. “A orquestra inicia com a estreia mundial desse arranjo criado a partir da obra de Bach, dialogando com Brahms, que finaliza o concerto”, explica a vice-diretora.

Para Mayra, esse primeiro concerto é uma mostra do que será a temporada 2019 da Osusp. “Tem Brahms e Bach em contraste com dois compositores contemporâneos, Mariza Rezende, que virá ao concerto, e Ronaldo Miranda, professor do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP”, informa. Neste ano, novamente, a Osusp não contará com um regente titular, e ao longo da temporada vai receber Ligia Amadio, que já foi regente titular da orquestra, Laurent Gavin (Bruxelas), Nicolás Pasquet (Uruguai), Catherine Larsen-Maguire (Reino Unido) e Ricardo Bologna (Brasil) como maestros convidados, além de solistas como o pianista virtuose Nahim Marun.

Primeiro concerto do ano da Orquestra Sinfônica da USP vai reunir obras contemporâneas e obras do repertório tradicional – Foto: Divulgação

Outro grande destaque são dois concertos, que acontecem ainda no primeiro semestre, dentro da diretriz do “historicamente orientado”, sob a orientação dos maestros Luís Otávio Santos e Ricardo Kanji (que também vai tocar flauta doce ao lado da orquestra), com um repertório de obras dos períodos barroco e clássico. No segundo semestre deste ano, segundo Mayra, há grandes expectativas para ocupar o Anfiteatro Camargo Guarnieri com concertos. “Estamos na torcida para lançar uma série no sábado à tarde, como existia antigamente”, espera.

Além disso, a temporada traz a série Osusp + Pop, que pensa na interlocução da música erudita com a música popular. “Várias orquestras têm buscado isso. A própria música erudita, como a de Brahms, por exemplo, se inspira no repertório popular, caso de Danças Húngaras“, destaca Mayra. O primeiro concerto acontece em abril, com o Trio Quintessência, e outro em agosto, com a pianista Heloísa Fernandes. A vice-diretora da Osusp ainda ressalta que há uma grande presença feminina na temporada 2019. “Já no primeiro concerto temos a presença da compositora Mariza Rezende e da solista Cássia Carrascoza, e no segundo semestre teremos a participação de duas regentes mulheres e de várias solistas, como a pianista Karin Fernandes, além de outras compositoras”, informa. “Estamos fazendo uma homenagem ao feminino, e esse foi um dos nortes na construção da temporada.”

A vice-diretora e violinista da Orquestra Sinfônica da USP Mayra Moraes – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O relacionamento entre a Osusp e o Departamento de Música da ECA também fica mais intenso neste ano, segundo escrevem no livreto da temporada o diretor Fábio Cury e a vice-diretora Mayra Soares. “O aumento dessa interação é evidente, com um número grande de regentes, solistas e compositores – que, se não estão atualmente em atividade no departamento, são egressos dele”, escrevem, informando que vão tocar com a Orquestra de Câmara (Ocam) da USP e com o Coro Comunicantus, ambos daquele departamento. “Se a educação, o ensino e a conexão com as unidades da Universidade são pilares que sustentam a atuação da Osusp, de um lado, de outro lado se contrapõe a excelência artística que tem notabilizado a orquestra desde sua fundação”, acrescentam, lembrando o tema da temporada, Arte e Educação.

 

Outros concertos

Trechos das obras do primeiro concerto da temporada 2019 também serão apresentados em ensaio aberto e gratuito, nesta sexta-feira, dia 22, às 12h30, no Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária. Será um ensaio com viés didático, em que há mediação do maestro ou solistas, que dão explicações e contam curiosidades sobre as obras, como lembra Mayra.

A Orquestra da USP faz ensaio aberto no Centro de Difusão Internacional (CDI), na Cidade Universitária, nesta sexta-feira, dia 22 – Foto: Cecilia Bastos / USP Imagens

Neste domingo, dia 24, às 11 horas, a Osusp também repete parte do seu programa de estreia dentro da série Concertos Matinais, na própria Sala São Paulo. Iniciativa da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), o concerto é gratuito e amplia a parceria realizada com a Osusp – ambas as orquestras também interpretarão, lado a lado, a 8ª Sinfonia de Mahler, comemorando os 20 anos de inauguração da Sala São Paulo.

Segundo Mayra, é uma temporada muito variada, com dez concertos na Sala São Paulo e outros espalhados pelo campus da Cidade Universitária, no Sesc e em outras cidades, como Campos do Jordão, em seu Festival de Inverno. “Que a nossa temporada possa proporcionar novas experiências e ampliar nossos horizontes”, desejam o diretor e a vice-diretora no texto publicado no livreto da temporada.

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

Ensaio da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) no auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP, na Cidade Universitária, em 19 de fevereiro de 2019 – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

 

O livreto da temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da USP – Foto: Reprodução

A temporada 2019 da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) traz ensaio aberto no dia 22 de fevereiro, sexta-feira, às 12h30, no Centro de Difusão Internacional (Avenida Professor Lúcio Martins Rodrigues, 310, Cidade Universitária, em São Paulo), com entrada gratuita; concerto de estreia, no dia 23 de fevereiro, sábado, às 21 horas, na Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16, Campos Elíseos, em São Paulo), com ingressos a partir de R$ 15,00 vendidos pelo site ou pelo e-mail sinfonica.finan@usp.br; e Concertos Matinais, no dia 24 de fevereiro, domingo, às 11 horas, também na Sala São Paulo, com ingressos gratuitos que podem ser retirados na bilheteria. O livreto com a programação completa pode ser acessado aqui.  

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 517
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados