Nova revista explora as riquezas do acervo da Biblioteca Mindlin

Biblioteca Mindlin lança o primeiro número da “Revista BBM” e edição de luxo de “O Bibliófilo Aprendiz”

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=232622
  • 262
  •  
  •  
  •  
  •  
O primeiro número da Revista BBM e a edição de luxo de O Bibliófilo Aprendiz, de Rubens Borba de Moraes, que serão lançados nesta quinta-feira, dia 28, às 18 horas, na Cidade Universitária, em São Paulo – Fotos: Reprodução

As Publicações BBM, selo da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) da USP, lançam nesta quinta, dia 28 de março, às 18 horas, a primeira edição da Revista BBM e uma edição de luxo de O Bibliófilo Aprendiz, de Rubens Borba de Moraes. O evento será na Livraria João Alexandre Barbosa da Editora da USP (Edusp), na Cidade Universitária, em São Paulo. Para o professor Plinio Martins Filho, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, que está à frente das Publicações BBM, “Mindlin teria ficado contente ao ver que essas publicações vão dar a dimensão da sua biblioteca”. Segundo ele, a revista tem a função de divulgar o acervo da BBM e o livro presta homenagem aos bibliófilos e ao próprio Rubens Borba de Moraes, que doou sua rica coleção de livros para a biblioteca dos Mindlin, com a condição de acesso público.

Editada por Plinio Martins Filho e Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron, diretor da BBM, a Revista BBM reúne pesquisas realizadas a partir do raro acervo da biblioteca (leia aqui matéria sobre a revista publicada no Jornal da USP). O destaque é o dossiê “Viajantes”, com textos dedicados aos relatos de visitantes que chegaram ao Brasil com a corte portuguesa, no século 19, como os franceses Jean-Baptiste Debret, Charles Ribeyrolles e Auguste de Saint-Hilaire, ou ainda os alemães Friedrich Wilhelm Sieber, Georg Freyreiss e Friedrich Sellow, que revelam impressões sobre a descoberta do novo território.

A revista traz ainda as seções “Raros e Raríssimos”, que se debruça sobre o romance Frida Meyer, de Vivaldo Coaracy, para tratar da sociabilidade feminina nos anos 1920 em Porto Alegre, “Memória, que presta homenagem ao bibliófilo José Mindlin, e “Publicações BBM”, sobre a invenção das “brasilianas” no século 20 e a contribuição do bibliófilo Rubens Borba de Moraes para a coleção de Guita e José Mindlin, além da resenha do livro As Oito Viagens ao Brasil, de Gustavo Piqueira.

O Bibliófilo Aprendiz

A edição de luxo de O Bibliófilo Aprendiz comemora os 120 anos de nascimento do bibliófilo, bibliotecário, bibliógrafo, historiador e pesquisador brasileiro Rubens Borba de Moraes (leia aqui matéria sobre o livro publicada no Jornal da USP). Esse é o terceiro título lançado pelo selo – os outros dois são Rubens Borba de Moraes: Anotações de um Bibliófilo e Cartas de Rubens Borba de Moraes ao Livreiro Português António Tavares de Carvalho – escrito a partir de pesquisas realizadas no arquivo de Rubens Borba, deixado sob a guarda de seu grande amigo, o também bibliófilo José Mindlin.

Desejo expresso por Rubens Borba em uma das correspondências trocadas com o livreiro português António Tavares de Carvalho, a edição de luxo sai agora em capa dura e de tecido, com várias ilustrações dos seus livros raros e raríssimos, como o próprio bibliófilo definia. Em O Bibliófilo Aprendiz, ele discorre sobre a arte de colecionar, uma “compulsão patológica da garimpagem”, como diz Mindlin sobre o amigo, compartilhando o mesmo amor aos livros. E o próprio Rubens Borba conta no prefácio que escreveu o livro “para passar o tempo, para prosear sobre um assunto por que me apaixonei”.

O lançamento da Revista BBM (188 páginas, R$ 35,00) e da edição de luxo de O Bibliófilo Aprendiz, de Rubens Borba de Moraes (294 páginas, 80,00) – ambos pelas Publicações BBM -, acontece nesta quinta-feira, dia 28 de março, às 18 horas, na Livraria João Alexandre Barbosa da Editora da USP (Avenida Professor Luciano Gualberto, 72, Cidade Universitária, em São Paulo). Mais informações pelo telefone (11) 2648-0310.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 262
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados