“Manuscritos do Mar Morto” são tema de evento gratuito on-line

A partir de 13 de julho, vídeos em português darão detalhes sobre a maior descoberta arqueológica do século 20

Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=335524
Os Manuscritos do Mar Morto: a maior descoberta arqueológica do século 20 – Foto: KOREphotos via Flickr – CC

A Semana dos Manuscritos do Mar Morto – um série de quatro vídeos que abordará vários aspectos de um dos mais importantes documentos da história das religiões – vai ser realizada nos dias 13, 15, 16 e 18 deste mês, com transmissões on-line, em português e gratuitas. A promoção é do Moriah International Center, instituição dedicada ao turismo cultural e acadêmico em Israel, em parceria com a Universidade Hebraica de Jerusalém. Para participar é preciso se inscrever no site do evento.

A série terá a presença de um dos grandes especialistas nos Manuscritos do Mar Morto, o arqueólogo Oren Gutfeld, que em 2017 participou da descoberta da 12º caverna da região de Qumran com fragmentos de jarros usados pela mesma comunidade que produziu os documentos – provavelmente os chamados essênios.

Adolfo Roitman, Oren Gutfeld e Ariel Horovitz, especialistas que vão participar da Semana dos Manuscritos do Mar Morto  – Foto: Reprodução/Fotomontagem: Jornal da USP

A Semana dos Manuscritos do Mar Morto terá ainda a participação do antropólogo Adolfo Roitman, diretor do Santuário do Livro do Museu de Israel, em Jerusalém – onde se encontram os documentos atualmente -, e um dos curadores dos Manuscritos do Mar Morto, e do sociólogo Ariel Horovitz, diretor do Moriah International Center.

No primeiro episódio da série, no dia 13, Roitman vai falar sobre a história dos manuscritos, sua descoberta e a vida dos habitantes de Qumran há mais de 2000 anos. No dia 15, será transmitida uma entrevista exclusiva com Oren Gutfeld, em que ele dará detalhes sobre a descoberta da caverna 12 de Qumran. Já no dia 16, haverá um tour virtual pela Universidade Hebraica de Jerusalém. Finalmente, no dia 18 Adolfo Roitman fará a palestra Os Manuscritos do Mar Morto: Uma Revolução nos Estudos Bíblicos. Todos os episódios estarão liberados a partir das 10 horas.

A descoberta dos Manuscritos do Mar Morto é considerada o maior achado arqueológico do século 20. Eles foram encontrados acidentalmente em 1947, em cavernas de Qumran, na região do Mar Morto, em Israel. Trata-se de centenas de textos conservados por uma comunidade que viveu naquela região entre o século 2 antes de Cristo e o século 1 depois de Cristo. Os textos reproduzem livros da Bíblia hebraica, regras da comunidade e volumes apócrifos.

A Semana dos Manuscritos do Mar Morto será realizada nos dias 13, 15, 16 e 18 de julho, no site do evento. É preciso se inscrever nesta página. A inscrição é gratuita.

Leia mais sobre os Manuscritos do Mar Morto em reportagem do Jornal da USP publicada em 2017, por ocasião dos 70 anos da descoberta dos documentos. Clique aqui.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.