Livro sobre a erótica japonesa é reconhecido com mais um prêmio

Lançada pela Editora da USP em 2017, obra é eleita a melhor publicação em português sobre estudos asiáticos

Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=262782
O livro da professora Madalena Cordaro, lançado em 2017 pela Editora da USP (Edusp) – Divulgação

.

O livro A Erótica Japonesa na Pintura & na Escritura dos Séculos XVII a XIX, de Madalena Natsuko Hashimoto Cordaro, recebeu o prêmio de Melhor Publicação em Língua Portuguesa do ICAS (International Convention of Asian Scholars). O ICAS Book Prize (IBP) é um dos mais prestigiados prêmios de livros na área de estudos asiáticos.

A professora da USP Madalena Hashimoto Cordaro, autora do livro – Foto: Marcos Santos

Madalena Hashimoto Cordaro é professora sênior do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP e especialista em arte e literatura japonesa. A Erótica Japonesa na Pintura & na Escritura dos Séculos XVII a XIX foi lançado em dois volumes pela Editora da USP (Edusp) em 2017. Na ocasião, o Jornal da USP fez matéria sobre o lançamento (leia aqui).

O livro de Madalena foi reconhecido também com dois dos mais importantes prêmios literários no Brasil: o Prêmio Mário de Andrade, da Fundação Biblioteca Nacional, na categoria Ensaio Literário, e o Prêmio Abeu, da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (Abeu), nas categorias Linguística, Letras e Artes e Projeto Gráfico.

O ICAS Book Prize, desde 2004, contempla a melhor publicação sobre a Ásia, e em 2019, com o Sephis (South-South Exchange Programme for the Research on Development), passou a incluir os melhores estudos em português e espanhol. A cerimônia de premiação aconteceu em Leiden, na Holanda, em julho, na abertura da International Convention of Asia Scholars de 2019.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.