Jornalista publica livro sobre o programa “Castelo Rá-Tim-Bum”

Obra é resultado de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentado na Escola de Comunicações e Artes da USP

Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=293324

Ouça no link abaixo entrevista do jornalista Bruno Capelas, autor do livro Raios e Trovões – A História do Fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum, concedida a Marcus de Rosa e transmitida no dia 11 de dezembro de 2019 no programa Via Sampa, da Rádio USP (93,7 MHz).

Personagens do Castelo Rá-Tim-Bum – Foto: Reprodução /Fundação Padre Anchieta / TV Cultura

Você se lembra do Nino, do Tio Vitor e da Tia Morgana? Essas personagens do programa infantojuvenil Castelo Rá-Tim-Bum marcaram gerações de jovens brasileiros, e hoje geram nostalgia em muitos. Foi essa nostalgia que levou o jornalista Bruno Capelas a utilizar o programa como tema de seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Jornalismo, apresentado em 2014 na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

O trabalho resultou no livro Raios e Trovões: A História do Fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum, publicado pela Summus Editorial. Mesmo depois de formado, Capelas aprofundou a pesquisa, que incluiu mais de 30 entrevistas, e traçou um grande panorama da história, do funcionamento e do impacto cultural do programa. Criado pelo dramaturgo Flávio de Souza e pelo diretor Cao Hamburger, o Castelo Rá-Tim-Bum foi exibido pela TV Cultura de maio de 1994 a dezembro de 1997, num total de 90 episódios.

O inesquecível Nino, do Castelo Rá-Tim-Bum – Foto: Reprodução / Fundação Padre Anchieta

“Eu fiz parte da geração Cultura, nasci em 1992. Então, para mim, o Castelo sempre existiu”, diz Capelas, explicando seu gosto pelo programa.

Eu queria fazer um livro-reportagem e, quando comecei a procurar algo sobre o Castelo, vi que não havia nenhum livro sobre o programa.”

O livro de Bruno Capelas – Foto: Reprodução

O livro aborda aspectos da produção, história e contexto em que estava inserido o Castelo Rá-Tim-Bum, investigando principalmente a forma como o programa mistura entretenimento com cultura e informação. “Eu aprendi a ler e escrever com o Castelo. Os primeiros poemas que eu conheci, foi com o programa”, conta o autor. “E eu queria saber como um programa de cultura tinha tanta produção, e fez tanto sucesso, numa época em que a economia brasileira não ia bem.”

Segundo Capelas, o programa tinha grande respeito pela criança do outro lado da tela. “Tem teoria educacional por trás do que a gente vê.” Isso auxiliou no imenso sucesso que o Castelo teve e ainda tem, atraindo fãs até hoje para as exposições e peças de teatro que apresentam o enredo do programa como tema. A primeira exposição temática do Castelo Rá-Tim-Bum, por exemplo, aconteceu em 2014, 17 anos depois do fim do programa.

Atualmente Bruno Capelas é editor de Tecnologia do jornal O Estado de S. Paulo e também escreve para o portal independente Scream & Yell.

Ouça no link acima a entrevista de Capelas apresentada no programa Via Sampa, da Rádio USP (93,7 MHz), no dia 11 de dezembro.

Raios e Trovões – A história do fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum, de Bruno Capelas, Summus Editorial, 240 páginas, R$ 78,90. 

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.