Japan House São Paulo mostra a arte e a cultura japonesa

Nas redes sociais, instituição disponibiliza diariamente atividades que abordam tradições e costumes do Japão

Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=327093
Foto: Divulgação

A Japan House São Paulo (JHSP) oferece uma boa oportunidade para o público conhecer a cultura japonesa de forma didática, atraente e convidativa. Nas suas redes sociais, a instituição disponibiliza uma série de atividades diariamente, através do projeto JHSPOnline. Entre as atividades estão lives, posts, exposições e dicas de livros, que ficam disponíveis no site da Japan House e em suas páginas no Facebook, Youtube, Instagram (@japanhousesp) e Twitter.

Entre os posts já disponíveis está uma série sobre tradições nipônicas ligadas ao mês de junho, que é um período de chuvas no Japão – chamado de minazuki, ou “mês das águas” -, fundamental para as plantações de arroz do país. “A precipitação contínua alaga os arrozais da zona rural do Japão, uma etapa essencial para o cultivo desse grão, que é a principal matéria-prima da agricultura do país e que será colhido apenas por volta de setembro, quando as plantações já estiverem secas”, informa o post. “Outro termo usado nesse período é tsuyu, que pode ser entendido como ‘estação chuvosa’ ou ainda ser relacionado a um fato desse momento: as ameixas asiáticas, ume, estão em pleno amadurecimento e podem, por vezes, cair das árvores, provocando uma simbólica ‘chuva de ameixas’.”

Interior da Japan House São Paulo: fechada por causa da pandemia de covid-19, a instituição mantém atividades on-line para difundir a cultura japonesa – Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira, dia 5, serão publicados vídeos sobre budô, conceito ligado às artes marciais japonesas, que inclui técnicas de aprimoramento físico aliadas a reflexões filosóficas e morais. “A Japan House São Paulo convidou mestres dos esportes para compartilharem, por meio de vídeos, alguns movimentos simples e que podem ser testados em casa, além de importantes aspectos filosóficos de cada modalidade”, segundo informa a instituição.

Na segunda-feira, dia 8, o mágico Celio Amino – formado em Física pela USP – vai ensinar um truque de mágica inspirado no jankenpô, uma típica brincadeira japonesa, também conhecida como pedra-papel-tesoura, popular em vários países.

Já na terça-feira, dia 9, às 16 horas, a Japan House vai transmitir a Conversa com o Educativo. Nela, educadores da instituição vão explicar os conceitos de wa (harmonia) e mottainai (não desperdício), como formas de convivência com o outro e de relação com a natureza. Essa atividade – que estará acessível no link //bit.ly/ConversasOnline – é destinada a grupos de escolas, universidades, empresas e outras instituições, que para participar devem enviar e-mail com antecedência para o endereço educativo@jhsp.com.br.

Culinária japonesa também pode ser conhecida através das atividades da Japan House São Paulo – Foto: Divulgação

Também na terça-feira será publicado um podcast que abordará O Livro do Travesseiro, a mais famosa obra da escritora japonesa Sei Shonagon (966-1017), que foi dama de acompanhamento da imperatriz Teishi (ou princesa Sadako), em torno do ano 1000.

Escrito na forma de “notas esparsas” – gênero conhecido no Japão como soshi -, O Livro do Travesseiro reúne reflexões pessoais, informações históricas e relatos do cotidiano, que acabam fornecendo dados valiosos sobre o período Heian da história japonesa, que vigorou de 794 a 1185 e é considerado o último período da história clássica do Japão. Nessa época o budismo e o taoísmo atingiram a sua máxima influência na sociedade japonesa. A obra de Sei Shonagon também descreve paisagens, cidades e pessoas e traz trechos poéticos e literários de valor artístico.

Junho marca o início do período de chuvas no Japão, essencial para as plantações de arroz que formam a base da agricultura no país – Foto: Divulgação

Na quarta-feira, dia 10, uma nova série de postagens vai abordar um dos mais conhecidos e típicos costumes japoneses – o ato de se curvar, chamado de ojigi. “Os posts trarão informações e curiosidades, além de explicações de situações do cotidiano nipônico em que esse gesto é utilizado.”

Mais informações podem ser obtidas no site da Japan House São Paulo.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.