Filmes de alunos da USP são selecionados para festivais

Obras foram feitas durante o curso de Audiovisual da Escola de Comunicações e Artes (ECA)

Por - Editorias: Cultura
  • 93
  •  
  • 1
  •  
  •  
Cena de Tempo de Ir, Tempo de Voltar – Foto: Divulgação/Pedro Nishi

.
Filmes produzidos por quatro alunos do curso de Audiovisual da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP foram selecionados para participar de festivais de cinema internacionais neste semestre. Os curtas-metragens de Alice Hirata, Cassandra Reis e Leonardo Cantú participarão do Anima Mundi, mostra dedicada à animação, e a ficção de Pedro Nishi integrou o 7º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.

A animação de dois minutos Aquário, produzida por Alice Hirata como trabalho da disciplina de Exercícios Livres, traça um paralelo entre a vida de um ser humano e seu peixe. No curta, foram utilizadas duas técnicas. O peixe foi feito no papel, “na mesa de luz, como era no século passado, frame a frame”, diz. Por isso, é mais fluido e orgânico. Já o homem e os ônibus que ele usa durante a narrativa são mais mecânicos, pois foram feitos no computador, através de animação 2D.

De acordo com a estudante, “Aquário foi um jeito de discutir mais animação com os professores do curso, já que era um trabalho curricular”. Atualmente no sexto ano, ela resolveu fazer o curta para tentar preencher um vácuo na graduação, que oferece poucas disciplinas na área. Com essa intenção, ela também participa, desde 2013, do Grupo de Estudos de Animação Pequi, formado por alunos do curso de Audiovisual.

Cena de Aquário – Foto: Divulgação /Pedro Nishi

.
Com a ajuda de Lucia Esteves, aluna do curso de Música da ECA, ela conseguiu finalizar a trilha sonora a tempo de participar do Anima Mundi neste ano. Além desse festival, seu curta também foi selecionado para o Anima Ceará, o Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, o Anima Latina, de Buenos Aires, e o Womanimation, dos Estados Unidos. “Tem sido uma surpresa muito boa passar em festivais”, declara.

Cassandra Reis e Leonardo Cantú participam do Anima Mundi com seus respectivos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs). Lé com Cré, de Cassandra, integra a mostra competitiva, e DesTraçado, de Cantú, a mostra não competitiva. Sua animação também foi selecionada para festivais na Bulgária, Reino Unido, Chile, Grécia e Estados Unidos, onde foi vencedor do Student World Awards e do WorldFest-Houston.

Tempo de Ir, Tempo de Voltar, um curta-metragem live-action, foi feito por Pedro Nishi também como TCC. O filme de ficção, escrito com a ajuda de mais dois alunos do curso, aborda a história de três irmãos que, depois de um tempo sem se ver, se reencontram na casa onde cresceram, no bairro da Liberdade, em São Paulo. Um deles, no entanto, é um fantasma. “A gente foi atrás daquilo que estava nos instigando pessoalmente, inquietações que a gente tinha e queria colocar no filme”, conta Nishi, que se formou em 2018.

O curta foi selecionado para a mostra Outros Olhares do Festival Internacional de Curitiba. Para Nishi, foi uma surpresa ter sua produção universitária escolhida entre tantas obras internacionais e profissionais. “Quando a gente faz o filme na universidade, compete com outros curtas que são feitos por pessoas muito mais experientes, então às vezes é difícil entrar”, afirma.

  • 93
  •  
  • 1
  •  
  •  

Textos relacionados