Festa do Livro da USP traz 171 editoras para a Cidade Universitária

Com desconto mínimo de 50%, evento acontece de 28 de novembro a 1º de dezembro

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Ouça no link acima entrevista do chefe de Marketing da Editora da USP (Edusp), Bruno Tenan, sobre a 19ª Festa do Livro da USP, exibida no dia 27 de novembro de 2017 no Jornal da USP, da Rádio USP (93,7 MHz), com apresentação de Roxane Ré.

A 18ª Festa do Livro, realizada em 2016: evento atrai milhares de pessoas para a Cidade Universitária – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O conjunto de três tendas para receber a 19ª Festa do Livro da USP já está erguido. De 28 de novembro a 1° de dezembro, serão 12 horas diárias de programação da festa que tem como convidadas 171 editoras nacionais.

Durante o evento, as editoras trazem títulos para serem vendidos com um desconto mínimo de 50% sobre o valor de mercado. Além dos livros acadêmicos, a festa abre espaço para a venda de obras gerais e também daquelas voltadas para o público infanto-juvenil.

Essa é uma oportunidade para que editoras de pequeno e de médio porte possam expor seus catálogos lado a lado de participantes que publicam best-sellers, como a Martins Fontes – WMF, que venderá O Hobbit, de J.R.R. Tolkien, por R$ 27,45 (desconto de 50%), e a Globo Livros, que venderá a autobiografia de Rita Lee também pela metade do preço: R$ 22,45.

A 19ª edição da Festa traz pela primeira vez a Editora da Universidade Federal da Bahia, a EDUFBA, que publicou Mulher Negra: Afetividade e Solidão, de Ana Cláudia Lemos Pacheco. Também será a estreia da editora carioca Bambolê.

Uma presença já antiga, mas especial, é da Com-Arte Júnior, editora-laboratório do curso de Editoração da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, que teve três livros entre os finalistas do Prêmio Jabuti deste ano.

O funcionário da Divisão Comercial da Editora da USP (Edusp) Márcio Pelozio faz parte da organização do evento e explica que o convite para as editoras é feito a partir de algumas premissas, dando prioridade para aquelas que possuem no catálogo livros adotados em cursos da USP e obras organizadas ou escritas por pessoas ligadas à Universidade, como professores e pesquisadores.

“É uma forma de poder contribuir para os docentes e alunos”, diz Pelozio. Afinal, como ele lembra, os livros são uma ferramenta de trabalho para a comunidade universitária.

A Festa do Livro é organizada anualmente pela Edusp e começou a fazer parte do calendário uspiano em 1999. Desde então, foram mais de 1.996.500 livros vendidos.

Pelozio aponta que a época de fim de ano contribui para que o evento seja uma fonte para presentear familiares e amigos. Esse é um momento em que os ônibus que cruzam a Cidade Universitária ficam cheios de pessoas que visitam a USP e saem com sacolas de livros nas mãos.

No ano passado, quando a Festa passou a se estender por quatro dias, estima-se que ela tenha recebido um público de 25 mil transeuntes por dia. Para este ano, o modelo de quatro dias está mantido e a expectativa é que o número de participantes seja ainda maior.

A Festa do Livro é organizada anualmente pela Editora da USP desde 1999 – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Edusp

Entre as obras que estarão à venda no balcão da Edusp na Festa do Livro, Pelozio cita Diálogo entre Filhos de Xangô livro que reúne 225 cartas trocadas de 1947 a 1974 entre o fotógrafo e etnólogo Pierre Verger (1902-1996) e o sociólogo Roger Bastide (1898-1974). A apresentação e notas são da etnóloga e Professora Emérita da Universidade Lyon 2, na França, Françoise Morin. Ele será vendido pela metade do preço: R$ 66,00.

Outro destaque é o livro 50 Anos de Feminismo: Brasil, Argentina e Chile, uma coletânea com as primeiras reflexões de uma pesquisa que compara os processos de transformação da condição de gênero nesses três países. Ele sai de R$ 46,00 por R$ 23,00.

Um lançamento do catálogo da Edusp é a obra Madureira Chorou…em Paris: A Música Popular Brasileira na França do Século XX, em que a historiadora Anaïs Fléchet descreve o trajeto da música brasileira em sua difusão e impacto na cena cultural francesa, desde a Belle Époque até as décadas de 1970 e 1980.

A 19ª Festa do Livro da USP ocorre do dia 28 de novembro ao dia 1° de dezembro, das 9 às 21 horas, na Avenida Professor Mello Moraes, travessa C, na Cidade Universitária, em São Paulo. A entrada é gratuita e aberta ao público. Para mais informações, acesse o site oficial do evento.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados