Exposição apresenta obras de arte feitas em madeira

Sapo e Borboletas, obras de Almeida Júnior – Foto: Giane Quintela

A exposição Natureza Viva, do artista Almeida Júnior, está em cartaz até 30 de abril no Centro Cultural do campus da USP de Bauru. O evento é promovido pelo Projeto Atelier & Arte da Seção de Eventos Culturais da Prefeitura daquele campus.

Almeida Júnior não tem formação na área artística, mas desde criança sempre gostou de trabalhar com madeira e fazia seus brinquedos com esse material. Aos 15 anos, aprendeu o ofício da marcenaria e foi desenvolvendo o conhecimento sobre os diferentes tipos de madeira. Sua paixão pela arte em madeira cresceu e com isso teve a ideia de fazer um trabalho diferente, que resultou em reconstruir a arte em madeira.

Paint Horse e Lince – Foto: Giane Quintela

Almeida utiliza a madeira de lei de móveis antigos descartados, que são verdadeiras obras de arte. Ele faz um desenho, desmembra esse desenho em pedaços e depois corta pedaço por pedaço da madeira, que sobrepõe ao desenho e monta a figura como se fosse um quebra-cabeça. As peças em madeira são coladas no quadro, resultando numa obra de arte em madeira.

Natureza Viva é sua primeira exposição artística lançada no Centro Cultural da USP, em Bauru. “A natureza sempre me atraiu e gosto de representá-la no meu trabalho. Então eu tive essa ideia de fazer a natureza viva e montar essa mostra com animais”, diz Almeida Júnior.

O artista Almeida Júnior e a exposição Natureza Viva – Foto: Giane Quintela

O artista acrescenta que o trabalho artístico lhe dá prazer e fica satisfeito em ver que outras pessoas podem apreciar as suas obras.

Almeida Júnior afirma estar agradecido pela oportunidade de expor seus trabalhos no Centro Cultural e que foi muito bem recebido pela equipe de trabalho da USP nesse local.

A exposição Natureza Viva, de Almeida Júnior, fica em cartaz até 30 de abril no Centro Cultural da USP (Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, Cidade Universitária, em Bauru), de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Entrada grátis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3235-8394. 

Este post foi modificado as 16/04/2019 16:33