Evento na USP aplica tradições africanas e ameríndias ao teatro

Uma das organizadoras do encontro, professora Sayonara Pereira foi entrevistada pela Rádio USP

Por - Editorias: Cultura
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Dança, teatro, estética, cultura e política estão em discussão no evento da ECA – Foto: Divulgação

Tradições africanas e ameríndias em diálogo com o teatro contemporâneo. Esse instigante ramo de pesquisa será explorado por especialistas de diferentes universidades durante o 3º Encontro do Grupo Interinstitucional de Pesquisas Corpo e Ancestralidade (GIP), realizado nesta sexta-feira e sábado, dias 22 e 23 de setembro, na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

Uma das organizadoras do encontro, a professora do Departamento de Artes Cênicas da ECA Sayonara Pereira, falou nesta semana sobre o evento no programa Via Sampa, da Rádio USP (93,7 MHz). Segundo ela, o objetivo é apresentar trabalhos que debatam estética, cultura e política com foco em saberes não hegemônicos, como os africano-brasileiros e os ameríndios. “A gente acredita que vai ser um fim de semana muito intenso”, disse Sayonara.

Ouça no link acima a íntegra da entrevista.

O programa Via Sampa vai ao ar diariamente, ao meio-dia, pela Rádio USP. A produção é de Heloisa Granito e a apresentação, de Mário Sant.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados