Especialistas analisam rumos do teatro durante e após a pandemia

Promovido pela Escola de Comunicações e Artes da USP, evento será nesta quarta-feira, às 18 horas, no Youtube

 19/10/2020 - Publicado há 1 ano
O teatro migrou para as plataformas virtuais e agora, aos poucos, deve retornar para os palcos: pandemia faz especialistas refletirem sobre novos formatos para as artes cênicas – Foto: Kyle Head / Unsplash

As novas experiências de teatro virtual – causadas pela pandemia de covid-19 – e as perspectivas de reabertura dos teatros com a flexibilização da quarentena vão ser discutidas nesta quarta-feira, dia 21, às 18 horas, no evento on-line Teatro Remoto e Presença Virtual, da série ECA Debate, promovida pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. O evento é gratuito e será transmitido ao vivo pelo canal da ECA-USP no Youtube.

O professor Luiz Fernando Ramos, do Departamento de Artes Cênicas da ECA, vai fazer a mediação do encontro, que terá a participação da diretora de teatro e professora da ECA Cibele Forjaz, da atriz e diretora formada pela ECA Georgette Fadel e do diretor, cenógrafo e figurinista Gabriel Villela, também oriundo da ECA.

Cibele, Georgette e Villela têm muito a falar sobre o tema do encontro. Diretora artística do grupo de teatro Cia. Livre, Cibele colaborou, durante a quarentena, com a artista Lu Favoreto na performance LÁ, Onde a Gente Dançava sobre Espelhos para o projeto #EmCasaComSesc.

Encenadora da Cia S. Jorge de Variedades, Georgette participou, em maio passado – em plena pandemia -, do projeto #EmCasaComSesc com a interpretação do texto Terror e Miséria no Terceiro Milênio, do dramaturgo alemão Bertolt Brecht (1898-1956). Ela atua também no longa Partida, de Caco Ciocler, lançado neste ano em plataformas de streaming.

Já Villela, durante a quarentena, viu sua peça Romeu e Julieta, feita com o Grupo Galpão, ganhar versão on-line, disponível no Youtube. Atualmente, prepara nova montagem da peça Coriolano, com Malvino Salvador, que deve chegar aos palcos em 2021.

A professora Cibele Forjaz, o diretor Gabriel Villela e a atriz Georgette Fadel: participantes de mais um ECA Debate têm muito a falar sobre o teatro em tempos de covid-19 – Fotos: Reprodução

ECA Debate é uma série de encontros semanais que reúnem professores da USP e especialistas de diferentes áreas para refletir sobre os impactos da pandemia do novo coronavírus em diferentes aspectos, como relações sociais,  cultura, artes, economia e política. Os encontros da série ECA Debate vão ocorrer até dezembro, sempre às quartas-feiras, no canal da ECA no Youtube. Entre os temas previstos estão o impacto da pandemia nas artes plásticas, na arte e na tecnologia, a cobertura da imprensa sobre a covid-19 e a expansão do streaming. Os encontros são gravados e ficam disponíveis no canal da ECA no Youtube.

O evento Teatro Remoto e Presença Virtual, da série ECA Debate, promovida pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, será realizado nesta quarta-feira, dia 21 de outubro, às 18 horas, com transmissão ao vivo pelo canal da ECA no Youtube.

Com informações da Assistência de Comunicação e Relações Institucionais da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.