Engenho dos Erasmos é palco de apresentação do Coral da USP

Coral da USP: Grupo Azul vai a Santos cantar clássicos da música nacional e internacional – Fotos: Cecília Bastos/USP Imagens

O Coral da USP (Coralusp) volta ao Engenho dos Erasmos, em Santos, em mais uma apresentação. Neste domingo, dia 26, às 15 horas, o Grupo Azul destaca os projetos Azul Canta Beatles e Retrospectiva 20 Anos. A entrada é grátis.

O regente da apresentação, André Juarez, explica que os projetos reconstituem momentos significativos da trajetória do grupo. “São dois projetos bem diferentes, um do ano passado, o Azul Canta Beatles, em que cantávamos apenas músicas do grupo inglês, e outro, em que cantamos  músicas de vários programas já realizados”, comenta Juarez. “Fizemos uma mistura que tem dado certo.”

O público vai presenciar um show de vozes em duas partes. Em Azul Canta Beatles, serão apresentadas canções como A Hard Day’s Night, I Want to Hold Your Hand, Can’t buy me love e Hey Jude. Já para reviver projetos antigos, o grupo reproduz Canta Raul, Samba no Coro, América do Som e outras apresentações. Nessa incursão, o coral canta Aluga-se e Maluco Beleza, de Raul Seixas, País Tropical, de Jorge Ben Jor, Canto das Três Raças, eternizada na voz de Clara Nunes, Jardins da Babilônia, de Rita Lee, Skyline Pigeon, de Elton John, e Heal the World, do rei do pop, Michael Jackson.

A formação do Grupo Azul do Coralusp é um coral a quatro vozes (soprano, contralto, tenor e baixo), acompanhado dos instrumentistas André Juarez (regência e piano), Frank Herzberg (baixo) e Aldo Alibertti (bateria).

André Juarez rege o Grupo Azul desde a sua fundação, em 1979, ao lado do pai, o maestro Benito Juarez. O regente conta que a ideia foi do pai, que, ainda quando lecionava na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o incentivou a montar um coral. “Entrei em 1979 no Coral da USP como músico e não saí mais. Naquela época eu tinha um grupo de blues, e isso me deu um ‘estalo’ sobre o nome do grupo, que deveria ser Azul”, lembra. “É sempre um prazer reger o grupo. Ele virou uma parte da minha vida, e também do pessoal que participa dele.”

Esta não é a primeira vez que o grupo vai até Santos para se apresentar no Engenho dos Erasmos. Segundo André Juarez, a viagem para Santos é acolhedora para os integrantes do coral. “Já fomos lá umas cinco ou seis vezes. O teatro é pequeno, mas o público gosta. A aventura de ir até lá é animadora.”

O Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos pertence à USP desde 1958. Foi construído por volta de 1534, quando o litoral paulista ainda era a Capitania de São Vicente, a mando do navegador português Martim Afonso de Souza. É a mais antiga evidência física da colonização portuguesa no Brasil. Ligado à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, o espaço oferece, desde 2004, atividades culturais como oficinas, peças, saraus e outras.  

A apresentação do Grupo Azul do Coral da USP (Coralusp) será neste domingo, dia 26, às 15 horas, no Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos da USP (Rua Alan Cíber Pinto, nº 96, Vila São Jorge, em Santos). A entrada é grátis, mas os interessados em participar do evento precisam fazer inscrição prévia neste site.

 

VEJA TAMBÉM:

Engenho dos Erasmos une Passeio e História em Santos, vídeo produzido pela TV USP.

 

Este post foi modificado as 23/05/2019 15:44