Coral da USP canta obras de Bach e Vivaldi

Grupo Sestina, do Coralusp, disponibiliza vídeos em que apresenta duas obras-primas da música sacra

Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=318668
Grupo Sestina (acima) é um dos 15 conjuntos que compõem o Coral da USP (Coralusp) – Foto: Júlia Montesanti

O Coral da USP (Coralusp) disponibilizou dois vídeos que mostram uma apresentação de um dos grupos que compõem o coral. O evento foi realizado na Igreja da Paz, em São Paulo, no dia 8 de novembro de 2015.

Na ocasião, sob a regência de Marcia Hentschel, o grupo Sestina do Coralusp apresentou duas das mais belas obras da música sacra de todos os tempos: a cantata Christ lag in Todesbanden, “Cristo jazia em ataduras de morte” (BWV 4), do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750), na íntegra, e a primeira parte do hino Gloria in Excelsis deo (RV 589), do compositor italiano Antonio Vivaldi (1678-1741).

A cantata teve como solistas Jamile Evaristo (soprano), Solange Ferreira (contralto), Anderson Souza (tenor) e Fernando Coutinho (baixo), acompanhados de orquestra. Originalmente, ela foi composta para a Páscoa de 1707, na cidade de Mühlhausen, na Alemanha, onde Bach trabalhava como organista.

O hino Gloria in Excelsis deo – composto provavelmente em 1715 – é uma versão feita por Vivaldi do tradicional hino que integra a missa católica.

O Sestina é um dos 15 grupos que formam o Coralusp. Fundado em 1967 pelo maestro Benito Juarez – no início composto apenas de estudantes de Engenharia e de Enfermagem da USP -, o coral já recebeu cinco premiações da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e realizou turnês pelos Estados Unidos, Europa, África e Argentina. Ele é aberto à participação de todos os interessados, mesmo aqueles que não têm vínculo com a Universidade. Desde 1989, está ligado à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP. Mais informações estão disponíveis no site do Coralusp.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.