Cinema da USP promove primeira sessão virtual da quarentena

Nesta quarta-feira, dia 24, a partir das 16 horas, será exibido “A Mulher da Casa Arco-Íris”, seguido de debate

Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=331305
Imagem: Divulgação – Cinusp

O Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) promove nesta quarta-feira, dia 24, a sua primeira sessão virtual de cinema nesta época de pandemia e de isolamento social. A partir das 16 horas, será disponibilizado nas páginas do Cinusp no Facebook e no Youtube o curta-metragem A Mulher da Casa Arco-Íris (2017, 23 minutos). Em seguida, às 19 horas, haverá debate com o diretor do filme, Gilberto Sobrinho.

“O documentário acompanha Mãe Dango, sacerdotisa do candomblé de Angola. Ela conta sua história marcada pela herança bantu de seu pai e conquistas no contexto racista nacional”, destaca a sinopse divulgada pelo Cinusp. “O curta-metragem traz o tema da liberdade religiosa e da retomada da herança africana para definir a identidade de um povo negro brasileiro.” A Mulher da Casa Arco-Íris fez parte da mostra Poder Preto, realizada pelo Cinusp em novembro de 2019.

Cena do filme A Mulher da Casa Arco-Íris, de Gilberto Sobrinho – Imagem: Reprodução

Além de A Mulher da Casa Arco Íris, Gilberto Sobrinho dirigiu também os documentários Diário de Exus (2015), A Dança da Amizade (2016) e Um Pouco de Tudo, Talvez (2017). Professor do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), ele presidiu o grupo de trabalho responsável pela discussão e estabelecimento de políticas contra a discriminação étnico-racial naquela universidade.

O documentário A Mulher da Casa Arco-Íris será exibido nesta quarta-feira, dia 24, a partir das 16 horas, nas páginas do Cinema da USP no Facebook e no Youtube. O debate com o diretor do filme, Gilberto Sobrinho, acontece também nesta quarta-feira, às 19 horas.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.