Centro Universitário Maria Antonia abre temporada de exposições

“Maquinaria” e “Enfoque” entram em cartaz no dia 21 de março, com propostas diferentes para a fotografia

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=230673
  • 116
  •  
  •  
  •  
  •  

 

Imagem da exposição Enfoque, de Diego Castro – Foto: Divulgação/Ceuma

.

A partir desta quinta-feira, dia 21 de março, o Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma) da USP inaugura sua temporada de exposições em 2019 com duas novas mostras: Maquinaria, de Marcelo Masagão, e Enfoque, de Diego Castro. Ambas reúnem obras que trabalham com fotografia, mas não se resumem a isso.

Conforme a curadora de Maquinaria, professora Giselle Beiguelman, docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP e colunista da Rádio USP, as obras de Masagão exploram várias linguagens, desde as mais tradicionais, como azulejaria e panoramas, até as ferramentas contemporâneas de captação, como drones e câmeras de 360º. A curadoria foi pensada em conjunto com o artista, tendo como norte seus trabalhos mais recentes.

Em Maquinaria, há um convite para que o público absorva as obras para além da simples visualização. “Tradicionalmente, as exposições de imagens ‒ especialmente as que não são de audiovisual nem de imagens de mídias digitais e interativas ‒ são exposições contemplativas”, diz Giselle. “Essa é uma exposição que demanda a participação do visitante com o corpo: são objetos, imagens feitas para serem vistas com as mãos, através do toque, para serem atravessadas etc.”

.

Maquinaria, de Marcelo Masagão, também explora cenários do centro de São Paulo – Foto: Divulgação/Ceuma

.

É o caso de uma intervenção que ficará na Praça Sem Nome, no espaço externo do prédio do Ceuma. Para Masagão, o local onde as obras são instaladas é uma grande preocupação. “O que me interessa é mais o suporte do que o tema”, conta. “Longe de uma parede branca se perdem o conforto e a segurança, mas se ganham outras variáveis: luz, gente passando, o vento etc. São vários fatores que aumentam muito, no meu entender, a possibilidade de espanto ao ver uma obra.”

Já a exposição Enfoque se volta para um diálogo com cenas já existentes no nosso imaginário. Segundo conta o artista, Diego Castro, ela partiu de um arquivamento sistemático de imagens de manifestações que se tornaram conflitos. “Eu vou olhando e pensando na questão técnica da imagem, onde elas estão sendo veiculadas e replicadas. A partir disso, vou utilizando questões técnicas como a cor, o registro, o ponto de vista do fotojornalista, e pegando questões da comunicação visual para alterar o foco.”

 

Todas as fotografias expostas em Enfoque abordam manifestações políticas. Nelas, o artista trabalha questões técnicas como a cor para alterar o foco da imagem – Foto: Divulgação / Ceuma

 

A mostra conta com vários trabalhos tridimensionais, um objeto e duas grandes instalações. Grande parte das obras foi feita no decorrer do ano passado e início deste ano, mas elas são resultado de um trabalho que Castro vem produzindo desde a graduação em Artes Plásticas.

Para o artista, a seleção tem grande importância no momento atual, propondo uma reflexão sobre o que vem acontecendo no Brasil e o que é veiculado a respeito. Ele cita uma coincidência envolvendo a declaração da ministra Damares Alves sobre a cor das vestimentas de meninos e meninas. “Tem duas pinturas, uma azul e uma rosa, que tangenciam esse assunto de outra maneira”, diz. “Não era uma coisa na qual eu estava pensando, mas, por estar impregnado dessas informações, veio isso à minha mente, que era algo que eu nem esperava.”

As exposições Maquinaria e Enfoque serão inauguradas nesta quinta-feira, dia 21, às 19 horas, no Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma) da USP (Rua Maria Antonia, 258/294, na Vila Buarque, região central de São Paulo). A visitação ocorre terça a domingo e feriados, das 10 às 18 horas. Entrada grátis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3123-5202.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 116
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados