Campus de Bauru expõe desenhos de alunos de escola pública

Com temática ligada ao Dia da Consciência Negra, exposição fica em cartaz até 30 de novembro

Por - Editorias: Cultura - URL Curta: jornal.usp.br/?p=211867
  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  
Machado de Assis, desenho de João Paulo Silva Pereira – Foto: Giane Quintela

.
O Projeto Atelier & Arte da Seção de Eventos Culturais da Prefeitura do Campus USP de Bauru (PUSP-B) realiza até 30 de novembro a exposição Impacto – Consciência Negra. A mostra conta com oito trabalhos, nas técnicas de desenho a lápis preto e lápis de cor escolar, feitos pelos estudantes João Paulo Silva Pereira, de 16 anos, da segunda série do ensino médio da Escola Estadual Professora Maria Aparecida Maschietto Okazaki, em Bauru, e Luana Patrian Iglessias, de 14 anos, do oitavo ano do ensino fundamental da mesma escola.

Segundo Rosana Valéria Nascibem, coordenadora pedagógica da escola, o objetivo foi inserir as produções dos alunos no contexto de um projeto interdisciplinar denominado Projeto Consciência Negra, elaborado por aquela instituição de ensino.

O aluno João Paulo Pereira e obras da exposição no Centro Cultural do campus da USP em Bauru – Foto: Giane Quintela

.
“Ao possibilitarmos o desenvolvimento do conhecimento, do respeito e da valorização da cultura negra e de pessoas afrodescendentes, os estudantes realizaram trabalhos em diversos componentes curriculares (Arte, Geografia, História e Língua Portuguesa). Entre as atividades desenvolvidas, tivemos produção de desenhos, pinturas, caricaturas, realização de palestras e oficinas envolvendo a temática da cultura negra”, informa Rosana Valéria.

O aluno João Paulo Silva Pereira ficou contente com a possibilidade de participar da exposição. “Quando fui convidado a expor meus desenhos na USP, me senti privilegiado por estar participando de um evento tão importante. A questão do conhecimento e do respeito à cultura afrodescendente é fundamental para ressaltar a luta dos negros, tanto no passado como nos dias atuais. Fico muito feliz em ser um dos alunos a representar a escola e mostrar meu talento, principalmente nesta data tão importante na história do Brasil, que é o Dia da Consciência Negra.”

Nilo Peçanha, desenho de Luana Patrian Iglessias – Foto: Giane Quintela
Martin Luther King, desenho de João Paulo Pereira – Foto: Giane Quintela

.
Para a aluna Luana Patrian Iglessias, “mostrar um pouco da minha arte é, para mim, muito importante. Penso que isso pode ser um bom começo, ou seja, abrir caminhos para o meu futuro”.

 A coordenadora pedagógica da escola agradeceu à USP pelo espaço. “Divulgar os trabalhos no Centro Cultural do campus da USP em Bauru veio ao encontro da nossa necessidade, uma vez que se trata de um espaço universitário público e conceituado, dando abertura para a escola pública, ou seja, agregando valor ao nosso trabalho e ampliando as possibilidades dos nossos estudantes. A oportunidade de divulgar as produções artísticas trouxe um impacto positivo para os nossos alunos e para a nossa escola.”

A exposição Impacto – Consciência Negra pode ser vista até o dia 30 de novembro na Recepção do Centro Cultural da USP, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30. O Centro Cultural da USP localiza-se na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, na Vila Universitária, em Bauru (SP).

Marianne Ramalho, de Bauru

  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados