Assembleia Legislativa celebra o samba e homenageia Moisés da Rocha

Apresentador do programa O Samba Pede Passagem, da Rádio USP, vai receber homenagem em sessão solene que comemorará os 100 anos do samba, no dia 2 de dezembro

 29/11/2016 - Publicado há 5 anos
Moisés da Rocha - Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Moisés da Rocha, produtor e apresentador de O Samba Pede Passagem: no ar desde 1978 – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

.
O produtor e apresentador do programa O Samba Pede Passagem, da Rádio USP (93,7 MHz), Moisés da Rocha, será um dos homenageados na sessão solene da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) do próximo dia 2 de dezembro, às 19 horas, que vai celebrar os 100 anos do samba, completados no dia 27 de novembro. Nesse dia, em 1916, foi registrado oficialmente, na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, o primeiro samba, Pelo Telefone, de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, o Donga (1890-1974).

Além de Moisés da Rocha, a Alesp vai homenagear, na mesma sessão, o cantor e compositor Osvaldinho da Cuíca, a cantora Ignez Francisco da Silva, a Dona Inah, e dona Maria Esther de Camargo Lara, do Samba de Roda de Pirapora do Bom Jesus (SP). Haverá também menção honrosa para a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, o Terreiro de Compositores e o Projeto de Samba Sibipiruna, de Campinas (SP).

O programa O Samba Pede Passagem foi ao ar pela primeira vez em 1978, já dirigido e apresentado por Moisés da Rocha. Foi o primeiro programa de rádio no Brasil a dedicar-se exclusivamente ao samba. Além de contribuir para a preservação e divulgação da cultura popular brasileira, também revelou novos talentos. Um deles foi o grupo Fundo de Quintal.

A sessão solene da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) que celebrará os 100 anos do samba será realizada no dia 2 de dezembro, sexta-feira, às 19 horas, no Plenário Juscelino Kubitschek da Alesp (avenida Pedro Álvares Cabral, 201, Ibirapuera, São Paulo, telefone 11 3886-6000). Entrada grátis.

 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.